Menu
Busca terça, 21 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
ECONOMIA

Brasil importa 80% menos gasolina no 1º semestre

11 julho 2014 - 19h00

As importações de gasolina pelo País caíram 80% no primeiro semestre deste ano, frente o mesmo período de 2013, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, apesar de crescimento de 8,8% na demanda nos postos pelo combustível até maio.

Até junho, o País importou 941,4 mil toneladas de gasolina, de acordo com o ministério, enquanto no mesmo período do ano passado o volume somou 4,8 milhões de toneladas. Um dos fatores para a queda acentuada nas importações é o maior uso de etanol, tanto pelo aumento da mistura do biocombustível na gasolina, de 20% para 25% (a partir de maio de 2013), quanto pelo maior consumo de álcool hidratado pelos carros flex.

"O efeito do aumento da mistura do álcool na gasolina nas importações da Petrobras é muito grande", afirmou à Reuters o diretor de regulação e abastecimento do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes (Sindicom), Luciano Libório.

A Petrobras também tem otimizado o uso de seu parque de refino, obtendo recorde de processamento de petróleo em junho, segundo informou em nota a empresa no início de julho. A carga média processada em junho pela Petrobras foi de 2,172 milhões de barris de petróleo por dia (bpd), alta de 21 mil bpd sobre o recorde mensal anterior, registrado em março de 2014, contribuindo para a redução das importações de derivados.

Procurada para falar especificamente da queda nas importações de gasolina, a empresa não comentou imediatamente o assunto. A redução das compras externas é positiva para o caixa da Petrobras, já que a empresa vende derivados no mercado interno a preços inferiores aos que são praticados no exterior, como parte das políticas de controle da inflação do governo federal.

Libório destacou que, também por isso, torna-se desfavorável para outras companhias importarem gasolina para o Brasil - o ministério não divulga dados de importação por empresas.

As vendas de gasolina C das distribuidoras, comercializada nos postos com adição de etanol anidro, tiveram crescimento de 8,8% nos primeiros cinco meses do ano em relação ao mesmo período de 2013, segundo os últimos dados fornecidos pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). As vendas de etanol hidratado, que abastece veículos flex, também apresentou crescimento no acumulado até maio, de 15,4%.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Agetran e Sucata Cultural realizam nesta terça Abordagem de Veículos 
NOVA YORK
Discurso de Bolsonaro abre debate da 76ª Assembleia Geral da ONU
AGRO
Semagro e Iagro lançam campanha para produção de alimentos seguros
Caminhão-tanque com etanol pega fogo e quase vai pelos ares
CHAPADÃO DO SUL
Caminhão-tanque com etanol pega fogo e quase vai pelos ares
TEMPO
Terça-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove
Homem é preso com carro roubado no RJ que seria levado para a Bolívia
IFA
Fiocruz recebe na quarta insumos para produzir 5,2 milhões de doses
NOVA ANDRADINA
Homem é preso pela após agredir esposa durante discussão
BRASIL
Governadores dizem que alta na gasolina é 'problema nacional'
Idoso morre após 1 mês internado e família procura ciclista suspeito

Mais Lidas

DOURADOS
'Buguinha' é presa e diz que matou caseiro por legítima defesa
EVENTO CLANDESTINO
PM encerra festa com pelo menos 2 mil pessoas em Dourados
DOURADOS
Envolvida em execução de detetive é presa novamente em Dourados
LOTERIA
Douradense fatura R$ 31 mil ao acertar na quina