Menu
Busca domingo, 26 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
ECONOMIA

Brasil enfrenta resistência à sua competitividade agrícola em acordos comerciais

08 agosto 2014 - 19h00

#####Agência Brasil

O embaixador Paulo Estivallet de Mesquita, diretor do Departamento Econômico do Ministério das Relações Exteriores (MRE), disse hoje (8), no Rio de Janeiro, que os países e blocos com os quais o Brasil negocia acordos querem sempre que o Brasil seja menos competitivo na área da agricultura. Mesquita participou do 33º Encontro Nacional do Comércio Exterior (Enaex), promovido pela Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB).

Falando à Agência Brasil, o embaixador admitiu que esse movimento já ocorre em relação ao acordo comercial que o Brasil e o Mercosul estão negociando com a União Europeia. “Essa é uma das grandes dúvidas, se esse acordo vai ser possível ou não. Em qualquer acordo, eles todos têm medo da nossa agricultura”.

No sentido contrário, a preocupação no Brasil e nos demais países do Mercosul é com a abertura da economia para produtos manufaturados no exterior. “Existe a resistência deles à abertura da agricultura e, do nosso lado, nós temos a preocupação de não acabar com a nossa indústria. Nós não podemos expô-la a uma concorrência rápida. Essa é a dificuldade de concluir o acordo”.

O diretor ressaltou, entretanto, que isso não significa que não é possível alcançar o acordo com a União Europeia. “Se ele for concluído, faz muita diferença para nós porque, como é um parceiro muito grande, a gente vai ter que fazer uma certa abertura para a concorrência industrial dela”. Ele admitiu que isso abre espaço para Brasil e Mercosul negociarem depois com outros parceiros.

O embaixador relatou que, do lado interno, também há fatores importantes para as negociações com grandes parceiros. Um deles é a questão tarifária. “O fato de que as nossas tarifas são relativamente altas comparadas com as de outros países significa que, no momento em que abrir aqui [o mercado interno], eu suponho que vão ter empresas que enfrentam algumas dificuldades para se adaptar a isso”.

Mesquita lembrou que existe uma decisão do Mercosul de que todas as negociações fora da região têm de ser feitas em bloco. Segundo o embaixador, as mesmas resistências existentes no Brasil a uma negociação em separado existem também no âmbito do Mercosul. “Se a gente negociar sem o Mercosul, vai continuar tendo os mesmos problemas: a resistência à nossa agricultura, os problemas industriais internos”.

Para o embaixador, se o Brasil fizer um acordo de livre comércio com um parceiro que responde por 25% ou 30% do nosso comércio exterior, como é o caso da União Europeia, “faz sentido” buscar acordos com todos os demais parceiros, inclusive os Estados Unidos e a China.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Homem é preso ao pegar caminhonete de cliente e ser flagrado bêbado e dormindo ao volante
Médico e fundador do PT, campo-grandense Carlos Neder morre em SP
COVID-19
Médico e fundador do PT, campo-grandense Carlos Neder morre em SP
Força Tática prende homem com mandado de prisão e recupera veículo roubado
POLÍCIA
Força Tática prende homem com mandado de prisão e recupera veículo roubado
Indígena é preso com duas armas de fogo e cinco munições ilegais
POLÍCIA
Indígena é preso com duas armas de fogo e cinco munições ilegais
Uberlândia-MG derruba invencibilidade do Joinville-SC na Série D
ESPORTE
Uberlândia-MG derruba invencibilidade do Joinville-SC na Série D
AÇÃO PARLAMENTAR
Semana Estadual do Idoso tem programação online
POLÍTICA
CCJ debate na terça-feira proposta de mudanças na Lei de Improbidade Administrativa
SAÚDE
Ministério da Saúde recebe mais 2 milhões de doses da Pfizer
SEGURANÇA
Audiência debaterá atuação dos municípios na segurança pública
DOURADOS
Jovem tem bicicleta furtada dentro do estacionamento do trabalho

Mais Lidas

HISTÓRIA
'Famosos' em Dourados, Faísca e Fumaça dispensaram convite para programa em rede nacional
DOURADOS
Homem é encontrado morto em casa por funcionária na Vila São Brás
DOURADOS
Douradense é autuado em R$ 2,4 mil por criação ilegal de javalis
MS-156
Motorista fica preso dentro de veículo após capotamento em Dourados