Menu
Busca sexta, 03 de abril de 2020
(67) 9860-3221
BRASIL

BC lança sistema que promete transferir dinheiro em até 10 segundos

19 fevereiro 2020 - 21h50Por G 1

O Banco Central lançou nesta quinta-feira, dia 19 de fevereiro, um sistema que vai permitir pagamentos e transferências instantâneas em todo o país. Batizado de PIX, o meio de pagamento vai permitir transações entre pessoas, empresas e governo 24 horas por dia, em todos os dias da semana. A expectativa é que esteja disponível a toda a população a partir de novembro.

Segundo o BC, as transações pelo PIX poderão ser feitas por meio de QR Code ou do uso de informações simples dos usuários, tais como como CPF, CNPJ, número de celular ou e-mail. Esses dados são chamados de “chaves” e, por meio deles, será possível enviar e receber quantias instantaneamente por meio do celular.

A modalidade será disponibilizada pelos bancos, instituições de pagamentos e fintechs em seus aplicativos de celular. Para fazer a transação, o cliente deverá escolher a forma que deseja realizar a operação e fazer a leitura do QR Code ou inserir uma das “chaves”. O PIX também deverá estar disponível em caixas eletrônicos pelo internet banking.

Na prática, ele será uma alternativa aos modelos já existentes de transações e pagamentos, como TED, DOC, boleto, cheque e cartões.

'Um dos mais importantes'

Segundo o presidente do BC, Roberto Campos Neto, esse pagamento instantâneo faz parte de um projeto maior do BC que mudará a forma como as transações financeiras são feitas no país, a um custo mais baixo, de acordo com a Reuters.

"Esse projeto é um dos mais importantes do ano para gente, ele aporta num contexto de inovações que está por vir", afirmou ele, aparecendo por videoconferência na apresentação em São Paulo.

"Acreditamos que a intermediação financeira vai transformar o custo de pagamentos no Brasil e acreditamos que com esse sistema, junto com outros sistemas que estão por vir, unificando-se ao longo de 2021, nós vamos ter uma diferenciação na forma de fazer as transações financeiras no Brasil", acrescentou.

Campos Neto afirmou que sua introdução diminuirá o "grande custo" para a sociedade de carregar dinheiro de forma física, o que afetará também o transporte de numerários.

Também presente no evento, o diretor de Organização do Sistema Financeiro e Resolução do BC, João Manoel Pinho de Mello, explicou que o BC irá prover a infraestrutura sobre a qual os participantes de mercado, instituições de pagamento, bancos e outros agentes poderão participar desse ecossistema de pagamentos instantâneos.

Segundo Mello, com o PIX a expectativa é que haverá mais competição no mercado, inclusão de pessoas, facilidade nas transações e custo menor para os usuários.

"Nosso objetivo aqui é prover serviço público, uma plataforma, para que agentes privados compitam e sejam provedores de serviços de alta qualidade a custos competitivos para os usuários finais", disse Mello. "Facilita a entrada de novos atores porque é plataforma neutra, é a mesma para todo mundo", completou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Idoso de 60 anos pode ser a primeira morte por coronavírus em Três Lagoas
INFORMAIS
Lei que cria auxílio de R$ 600 é publicada no 'Diário Oficial da União'
SIDROLÂNDIA
Bandidos invadem escola, furtam botijões de gás e alimentos
IMUNIZAÇÃO
Caminhoneiros serão incluídos na campanha de vacinação contra gripe
JUSTIÇA
Pedido de exoneração feita por servidor incapaz é considerado nulo
CONVOCAÇÃO
Governo fará cadastro não obrigatório de profissionais de saúde para o SUS
CAMPO GRANDE
Justiça mantém prisão de suspeito de furtar várias vezes mesmo atacadista
BANCO DO BRASIL
Servidores estaduais podem renovar empréstimos consignados com carência
PROCURADO
Identificado chefe de quadrilha que cavou túnel para roubar banco na Capital
LEÃO
Mais de 9,1 milhões de contribuintes entregaram declaração do IR

Mais Lidas

NOVA ANDRADINA
Hospital confirma três profissionais com coronavírus em unidade que atendeu idosa
CRIME AMBIENTAL
Pescador é flagrado com barco, motor de popa e petrecho de pesca
COVID-19
Familiares de casal que testou positivo para coronavírus em Dourados são monitorados
BOLETIM DA SES
Dourados registra mais um caso de coronavírus e MS tem 51 confirmações