Menu
Busca domingo, 16 de maio de 2021
(67) 99257-3397
BRASIL

Banco Central nega falha de segurança no Pix e adverte contra golpes

30 abril 2021 - 20h50Por Agência Brasil

Eventuais golpes que ocorram por meio do Pix decorrem da manipulação de contextos sociais por fraudadores, não de falhas de segurança no sistema, advertiu nesta sexta-feira, dia 30 de abril, o Banco Central (BC), no encerramento da campanha O Pix é novo, mas os golpes são antigos. Segundo a autoridade monetária, cabe ao usuário precaver-se para não ser lesado.

“Em situações de medo ou ganância, pare e pense no contexto e se faz sentido. Então, tome domínio da situação”, disse o chefe-adjunto do Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro do Banco Central, Carlos Eduardo Brandt, no painel de encerramento da campanha, transmitido ao vivo pela internet.

Segundo os participantes do evento, o Pix representa apenas um meio de pagamento, que não está relacionado diretamente ao descuido de quem cai numa fraude. Os participantes do evento listaram os principais golpes: pedido de dinheiro por aplicativo de mensagem clonado (Whatsapp ou Telegram) de amigos e conhecidos; SMS, e-mail ou ligações que pedem atualização de cadastros com links para páginas falsas e lojas virtuais falsas que jamais enviam os produtos comprados.

Nessas situações, o Pix, informou o Banco Central, é mais seguro que os mecanismos tradicionais de transferência. Isso porque a ferramenta fornece as informações do receptor do pagamento, como nome completo e parte do número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) ou do Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ). Cabe ao usuário conferir os dados de quem recebe a transferência.

Dicas

Os participantes do painel deram dicas para evitar cair em golpes. No caso de clonagem de aplicativos de mensagens, deve-se telefonar para a pessoa para confirmar o pedido de dinheiro. No caso de atualizações cadastrais que resultem na clonagem da conta bancária, o cliente jamais deve clicar em links enviados e deve ligar de volta para a instituição financeira para perguntar se os dados bancários estão em dia.

Em relação a lojas virtuais falsas, o usuário deve primeiramente verificar se o endereço da página, que se parece com o da loja original, tem alguma letra trocada e desconfiar de produtos e de serviços em condições supervantajosas. Por fim, o consumidor pode tentar navegar no site para ver se a página é verdadeira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem acusado de matar ex-mulher é preso
FEMINICÍDIO
Homem acusado de matar ex-mulher é preso
EM ANÁLISE
Projeto prevê multa por atos contra as mulheres em eventos esportivos
Botafogo vence e deixa Minas Brasília no Z4 do Brasileiro Feminino
FUTEBOL
Botafogo vence e deixa Minas Brasília no Z4 do Brasileiro Feminino
Em Dourados, mais de 20 pessoas aguardam vagas em leitos para Covid
PANDEMIA
Em Dourados, mais de 20 pessoas aguardam vagas em leitos para Covid
Bolsonaro participa de manifestação de agricultores e religiosos
POLÍTICA
Bolsonaro participa de manifestação de agricultores e religiosos
DOURADOS
Dois são presos tentando roubar mercado no Jardim Clímax
ARTIOGO
Missão de mãe
REGIÃO
Polícia apreende veículo com adulteração de sinal identificador
SAÚDE
Estudo investiga como começa e evolui o câncer de esôfago
DOURADOS
Relojoaria na Avenida Marcelino Pires é furtada

Mais Lidas

CORONAVÍRUS
Murilo Zauith passa por reabilitação e segue internado em SP
TRÁFICO DE DROGAS
Chefe do 'Comando Vermelho' e foragido há seis meses é preso em Dourados
DOURADOS
Criança encontrada morta apresentou problemas estomacais uma semana antes
CACHOEIRINHA
Polícia fecha ponto de distribuição de drogas e prende abastecedor