Menu
Busca sexta, 17 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
ECONOMIA

Aumenta número de pessoas que procuraram por crédito em agosto

08 setembro 2014 - 14h15

Agência Brasil

O número de pessoas que buscaram crédito aumentou 6,6% em agosto na comparação com julho. Com relação a agosto de 2013, houve crescimento de 1,3% na procura por crédito, enquanto no acumulado de janeiro a agosto deste ano, a demanda registra queda de 5,2% ante o mesmo período do ano passado. Os dados são do Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, as medidas de estímulo ao crédito anunciadas pelo Banco Central a partir do final de julho impulsionaram os consumidores a buscar crédito com um pouco mais de ímpeto ao longo de agosto. “Entretanto, o desempenho frente ao mesmo período do ano passado continua enfraquecido, tendo em vista os juros mais elevados e o baixo grau de confiança do consumidor na economia”, aponta a análise.

A demanda cresceu em todas as faixas de renda em agosto, sendo que a maior alta foi 7,4% para as pessoas que ganham entre R$ 500 e R$ 1 mil mensais, seguida pela alta de 6,4% para os consumidores com renda mensal entre R$ 1 mil e R$ 2 mil. Para os de rendimento abaixo de R$ 500, a procura foi 5,5% maior, e para os que recebem entre R$ 2 mil e R$ 5 mil por mês, alcançou 5,9% de crescimento.

No acumulado do ano, a maior queda na busca por crédito ficou entre os consumidores que ganham até R$ 500 por mês, com um recuo de 18,9%. Os consumidores que ganham entre R$ 5 mil e R$ 10 mil e os que recebem mais de R$ 10 mil mensais exibiram recuo de 9%. Aqueles com renda mensal entre R$ 2 mil e R$ 5 mil tiveram queda de 5% e os que ganham entre R$ 500 e R$ 1 mil por mês diminuíram a demanda por crédito em 5,5%. A menor queda (-0,4%) foi observada na camada de rendimento entre R$ 1 mil e R$ 2 mil por mês.

Quando analisadas as regiões, o maior avanço foi no Sul, com alta de 10,7% em agosto. No Sudeste, o crescimento chegou a 8,4%; no Nordeste houve alta de 2,5%; e no Centro-Oeste, de 1,2%. Apenas a Região Norte teve recuo de 0,8% em relação a julho. A queda da procura por crédito no acumulado de janeiro a agosto de 2014 foi mais expressiva na Região Sul (-7,3%), seguida pela queda de 6,8% no Norte. No Nordeste, o recuo foi 5,9% e, no Sudeste, a demanda caiu 4,9%. Na Região Centro-Oeste, o recuo chegou a 0,2%.

Deixe seu Comentário

Leia Também

RIO VERDE
Acusado de incendiar casa com a ex-mulher dentro é preso
MUDANÇAS NOS RELÓGIOS
Com crise hídrica, governo pede novo estudo sobre horário de verão
CAPITAL
Operação mira Facção Criminosa e cumpre mandados em presídio
POLÍTICA
Governo eleva alíquota do IOF para custear o novo Bolsa Família
Enquanto mãe trabalhava, avô estuprava menina de quatro anos
PRAZO
Inscrições para 8ª Mostra Audiovisual de Dourados seguem até dia 29
DOURADOS
Homem é preso na Vila Popular acusado de tráfico e porte ilegal
JUSTIÇA
Quatro anos depois, homem é condenado pela morte do cunhado
ECONOMIA
Caixa reduz juros do crédito habitacional na modalidade poupança
SÃO PAULO
Fiscalização encontra 30 quilos de cocaína em tanque de combustíveis

Mais Lidas

DOURADOS
Após denúncias, casal é preso por tráfico no Jardim Guaicurus
24 HORAS DE VACINA
Dourados terá 'viradão' da vacina para aplicar doses em cinco grupos
DOURADOS
'Trevo do DOF' terá viaduto de 40m e ficará pronto em oito meses
DOURADOS
Homem morre no hospital depois de ser atropelado na área central