Menu
Busca quarta, 27 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
ECONOMIA

Antecipação do auxílio-doença será limitada até 31 de dezembro

03 novembro 2020 - 13h32Por Agência Brasil

A antecipação do auxílio-doença, adotada pelo governo durante a pandemia de covid-19, será paga aos beneficiários pelo período definido no atestado médico, limitado a até 60 dias, mas não poderá exceder o dia 31 de dezembro, quando terminam os efeitos do decreto de calamidade pública em razão da pandemia. 

Instituída em abril, a medida foi prorrogada novamente na semana passada para requerimentos de auxílio-doença feitos até 30 de novembro.

A prorrogação foi regulamentada por uma portaria conjunta do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, do Ministério da Economia, publicada hoje (3) no Diário Oficial da União. 

O prazo máximo de pagamento é até 31 de dezembro, mas há a possibilidade de o segurado apresentar pedido de revisão para fins de obtenção integral e definitiva do auxílio-doença, na forma estabelecida pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Perícia médica
Por meio da antecipação, o beneficiário recebe até um salário mínimo (R$ 1.045) sem perícia médica, bastando anexar um atestado médico ao requerimento com declaração de responsabilidade pelo documento no portal do INSS ou do aplicativo Meu INSS. Após a perícia médica, o segurado recebe a diferença em uma parcela, caso o valor do auxílio-doença supere um salário mínimo.

Na semana passada, o INSS iniciou o pagamento das diferenças das antecipações recebidas até 2 de julho. Quem tiver direito ao pagamento da diferença receberá uma carta do órgão com todas as informações do recálculo ou poderá checar pelo site e aplicativo Meu INSS, além do telefone 135.

Para requerer o auxílio-doença e receber a antecipação, o segurado deverá apresentar atestado médico legível e sem rasuras. O documento deverá conter assinatura e carimbo do médico, com registro do Conselho Regional de Medicina (CRM); informações sobre a doença ou a respectiva numeração da Classificação Internacional de Doenças (CID); e prazo estimado do repouso necessário.

A concessão do auxílio-doença continua considerando os requisitos necessários, como carência, para que o segurado tenha direito ao benefício.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CARAVANA DA SAÚDE
SES solicita à pacientes atualização cadastral do Cartão do SUS para realização de exames e cirurgia
BRASIL
Integrantes da CPI entregam relatório final à PGR e ao STF
Homem é morto após confronto com a polícia na Capital
REGIÃO
Homem é morto após confronto com a polícia na Capital
Veja cinco dicas valiosas para começar a investir com segurança
NEGÓCIOS E CIA
Veja cinco dicas valiosas para começar a investir com segurança
Em Nova Alvorada do Sul, Riedel entrega obras estruturantes que vai mudar o cenário da região
INFRAESTRUTURA
Em Nova Alvorada do Sul, Riedel entrega obras estruturantes que vai mudar o cenário da região
BELA VISTA
Homem abate dourado e acaba preso e autuado em R$ 5,1 mil
CAMPO GRANDE
Acidente entre carretas deixa uma pessoa morta e outra presa às ferragens
LEGISLATIVO DE MS
Após indicação de Neno Razuk, Governo do Estado divulga edital de concurso para perito forense no MS
MS-426
Homem é preso por pesca e transporte ilegal de pescado
TV DOURADOS NEWS
Associação de Apoiadores do Hospital do Amor encerra com carreata as ações do Outubro Rosa

Mais Lidas

DOURADOS
Namorada posta 'status' de jovem com arma, polícia rastreia carro e prende rapaz
LAGUNA CARAPÃ
Motorista morre prensado ao tombar caminhão na MS-379
DOURADOS
Três vias de Dourados passam a ser "mão única"
DOURADOS
Jovem formou consórcio com amigos para comprar e usar ecstasy em festas