Menu
Busca terça, 20 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
ECONOMIA

ANP: produção de petróleo cai em outubro, mas de gás natural sobe

04 dezembro 2017 - 12h50Por Agência Brasil

O país fechou o mês de outubro deste ano produzindo mais gás natural e menos petróleo nos campos nacionais, segundo o Boletim Mensal da Produção de Petróleo e Gás Natural, divulgado hoje (4) pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

De acordo com os dados, a produção total de petróleo e gás natural nos campos nacionais (petróleo equivalente) em outubro foi de aproximadamente 3,348 milhões de barris, inferior à produção de setembro (3,370 milhões).

Enquanto a produção de gás natural totalizou 115 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), registrando um crescimento de 5,6% em relação a outubro do ano passado e 0,5% sobre o mês de setembro; a de petróleo totalizou 2,627 milhões de barris, que equivale a uma queda de 0,9% em relação a setembro e estabilidade em relação ao mesmo período do ano passado (0,1%).

Pré-sal e queima de gás

O Boletim Mensal da ANP também constatou queda na produção do pré-sal em outubro, em relação a setembro. Segundo a agência reguladora, a produção de óleo equivalente (petróleo e gás natural) totalizou aproximadamente 1,628 milhão de barris por dia, uma redução de 2,9% em relação ao mês anterior.

Isoladamente, o pré-sal produziu, nos 79 poços em atividade, 1,306 milhão de barris de petróleo por dia e 51 milhões de metros cúbicos de gás natural. A produção do pré-sal em outubro respondeu por 48,6% do total produzido no país.

Já o aproveitamento do gás natural no Brasil no mês de outubro alcançou 97% do volume total produzido. A queima de gás totalizou 3,4 milhões de metros cúbicos por dia, um aumento de 0,5% se comparada ao mês anterior e redução de 8,9% em relação ao mesmo mês em 2016.

Campos produtores

Como em meses anteriores, o campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos, segue sendo o de maior produção tanto de petróleo quanto de gás natural. Em média, o campo de Lula produziu 808 mil barris de petróleo por dia e 34,5 milhões de metros cúbicos de gás natural.

Os campos marítimos produziram 95,2% do petróleo e 79% do gás natural. A produção, segundo a ANP, se deu a partir de 8.054 poços, sendo 737 marítimos e 7.317 terrestres.

Os campos operados pela Petrobras produziram 93,6% do petróleo e gás natural. Estreito, na Bacia Potiguar, teve o maior número de poços produtores: 1.096. Marlim Sul, na Bacia de Campos, foi o campo marítimo com maior número de poços produtores (96).

Deixe seu Comentário

Leia Também

PRESIDENTE INVESTIGADO
STF escolhe o novo relator do inquérito sobre Bolsonaro e Moro
JUSTIÇA
Juiz concede prisão domiciliar a mulher que entregou depósito de ‘skunk’
ANIVERSÁRIO
Curso de Direito da UFGD completa 20 anos e recebe moção da OAB-MS
POLÍCIA
Dado como desaparecido, motorista de aplicativo estava em corrida
DOURADOS
Acidente entre carreta e motocicleta mata mulher na BR-163
BRASIL
Senado aprova indicação do ministro Jorge Oliveira para vaga no TCU
CAPITAL
Menino de 3 anos que se afogou em piscina está em estado gravíssimo
EDUCAÇÃO
Arelin/UEMS: Inscrições abertas para Curso sobre cultura libanesa
Após enviar nudes a estranhos, homem passa a ser extorquido
STJ
Justiça rejeita recursos de Lula das operações Lava Jato e Spoofing

Mais Lidas

IDENTIFICADO
Vítima encontrada sem vida em bairro de Dourados tinha 17 anos
ACIDENTE
Criança de 3 anos se afoga em piscina de clube e socorristas tentam reanimação
DOURADOS
Homem é encontrado morto em frente residência no Parque das Nações I
ACIDENTE
Identificadas vítimas de capotamento na BR-267