Menu
Busca quarta, 25 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
ECONOMIA

Agronegócio brasileiro exportou US$ 96,8 bilhões em 2019

11 janeiro 2020 - 15h20Por Agência Brasil

As exportações do setor do agronegócio somaram US$ 96,8 bilhões no ano passado. Esse valor representa 43,2% do total exportado pelo Brasil, segundo a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Os dados mostram leve crescimento do setor nas exportações totais do país. Em 2018, essa participação havia sido de 42,3%.

O destaque foi o comércio de milho, carnes e algodão. O milho registrou volume recorde de exportação, com 43,25 milhões de toneladas. O recorde anterior foi registrado em 2017, com 29,25 milhões de toneladas do cereal exportadas.

Ainda de acordo com o ministério, a China se tornou o principal cliente da carne bovina brasileira. O país asiático é responsável por 26,8% do volume total exportado. Com isso, ultrapassou Hong Kong, que ficou na segundo posição, com 18,6%.

Milho
A produção de milho na safra 2018/2019 também foi recorde, somando 100 milhões de toneladas, gerando um excedente exportável de milho de praticamente 20 milhões de toneladas em relação à quantidade exportada em 2018.

Já a soja teve redução de quase 10 milhões de toneladas nos embarques, queda que foi compensada em parte pelas vendas de carnes (bovina, suína e de frango), milho e algodão.

Carnes
As vendas externas das carnes passaram de US$ 14,68 bilhões em 2018 para US$ 16,52 bilhões em 2019, alta de 12,5%. O impacto da peste suína africana em diversos países, principalmente no rebanho chinês, ajudou no incremento das exportações brasileiras de carnes.

A carne bovina foi a principal carne exportada pelo Brasil, com US$ 7,57 bilhões em vendas externas no ano de 2019 (+15,6%). Este valor é recorde para toda a série histórica. O volume exportado de carne bovina também foi recorde, atingindo 1,85 milhão de toneladas.

Algodão
O destaque do setor de fibras e produtos têxteis foi para o aumento das vendas de algodão não cardado nem penteado, que subiram de US$ 1,69 bilhão em 2018 para US$ 2,64 bilhões em 2019 (+56,5%).

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Falta de justificativa por não votar impede expedição de documentos
SAÚDE
Programa estadual financia pesquisa com medicamentos anticâncer
Óculos de sol fazem mesmo a diferença?
SAÚDE & BEM - ESTAR
Óculos de sol fazem mesmo a diferença?
POLÍCIA
Dupla em motocicleta executa morador a tiros em bairro da Capital
TEMPO
Quarta-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove
CAMPO GRANDE
Trabalhador morre após ser atropelado por máquina agrícola em fazenda
IMBRÓGLIO DIPLOMÁTICO
Eduardo Bolsonaro ataca a China em post; embaixada repudia
POLÍCIA
Defesa de assassino alega legítima defesa, família de vítima contesta
PORTO ALEGRE
Funcionária do Carrefour que filmou assassinato de João Alberto é presa
Estuprada pelo cunhado, adolescente será ouvida em depoimento especial

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Mulher esfaqueia ex após discussão em hotel no Centro de Dourados
ENTERPRISE
Operação contra tráfico internacional de cocaína cumpre mandado de prisão em Dourados
CAPITAL
Funcionária de restaurante é presa em flagrante após furtar dinheiro do caixa
CRIME BÁRBARO
Suspeita de esquartejar e colocar corpo de namorado em malas se entrega à polícia