Menu
Busca domingo, 11 de abril de 2021
(67) 99257-3397

E-mail com "beijo molhadinho" dá justa causa, decide TRT-SP

03 junho 2005 - 16h07

O empregado que envia e-mails desrespeitosos, assediando colegas de trabalho durante a jornada, pode ser demitido por justa causa, decidiram nesta sexta-feira os juízes da 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, em São Paulo (TRT-SP).O entendimento foi consolidado no julgamento do recurso de um ex-empregado da Legião da Boa Vontade (LBV) contra sentença da 11ª Vara do Trabalho de São Paulo. O trabalhador entrou com a ação buscando reverter sua demissão por justa causa.De acordo com o processo, o reclamante - que trabalhava como auxiliar de pessoal - foi demitido em virtude do teor de e-mails que enviava para colegas funcionárias. Para sustentar a justa causa da rescisão do contrato de trabalho, a LBV apresentou mensagens remetidas pelo ex-empregado. Nelas, ele se apresentava, anonimamente, como "Paco Rabane" e "Cachorrão 17 cm".Em uma das mensagens, ele disse estar "fortemente atraído" pela colega. Para outra, afirmou que estava "muito feliz" com fim do casamento dela. "Eu adoraria ser seu amante. Um beijo molhadinho no cantinho da boca", escreveu a uma terceira.A LBV comprovou que as mensagens foram enviadas pelo ex-empregado e juntou ao processo confissão redigida pelo próprio auxiliar. Como a vara manteve a demissão por justa causa, ele recorreu ao TRT-SP.Para o juiz Sérgio Pinto Martins, relator do recurso no tribunal, "a pena trabalhista mais severa, que é a rescisão do contrato de trabalho por justo motivo, deve ser provada pelo empregador, de modo a não restar dúvidas da conduta do obreiro e não se cometa injustiça".Entretanto, o relator ressaltou que "não se pode compactuar com procedimentos como os do reclamante, que não tem educação e respeito para com outras pessoas, especialmente por mulheres, mormente as casadas"."Durante o serviço, o reclamante também não poderia usar o computador para mandar e-mails de forma desrespeitosa para outras pessoas. O reclamante deveria trabalhar durante o horário de serviço e não enviar e-mails como os mencionados", observou o juiz Martins.De acordo com relator, "o empregado tem o dever de trabalhar para receber pela prestação de serviços. Não pode ficar fazendo brincadeiras e usar o equipamento da empresa para condutas como as descritas. Seu procedimento não é, portanto, correto".A 2ª Turma acompanhou o voto do juiz relator por unanimidade, mantendo a demissão do auxiliar por justa causa.Leia trechos dos e-mails:"De: Paco Rabane (Cheiroso)Desculpa estar te enchendo tanto o saco ... mas é que desde a primeira vez que te vi, já me senti fortemente atraído por você, te acho linda, você é simplesmente maravilhosa, se quiser manter contato comigo, por favor me responda .... estou disposto a fazer qualquer coisa que estiver ao meu alcance para te fazer uma mulher feliz....Um beijo no pescoço.""De: Cachorrão 17 cm,Hoje fiquei sabendo que você está solteira, por isso estou feliz!!! Sei que você nem me conhece, mas sou seu fã desde antes de você se casar... por favor me responda!!...""Eu adoraria ser seu amante!!! Um beijo molhadinho no cantinho da boca.Seu fã." 

Deixe seu Comentário

Leia Também

São Paulo fará blitz educativa contra a covid-19
PANDEMIA
São Paulo fará blitz educativa contra a covid-19
Homem é assaltado na Avenida Marcelino Pires
DOURADOS
Homem é assaltado na Avenida Marcelino Pires
POLÍCIA
Jovem denuncia motorista de aplicativo por se masturbar durante corrida
Com leitos de UTI lotados, Dourados chega a 360 mortes por coronavírus
PANDEMIA
Com leitos de UTI lotados, Dourados chega a 360 mortes por coronavírus
PMA de Dourados fecha serralheria por emissão de sons acima do previsto em lei
FISCALIZAÇÃO
PMA de Dourados fecha serralheria por emissão de sons acima do previsto em lei
PANDEMIA
Vinte e seis pacientes aguardam vagas em leitos de UTI em Dourados
PANDEMIA
Covid-19: pessoas já infectadas devem esperar um mês antes de vacinar
DOURADOS
Assaltante atira contra jovem para roubar e acerta Kombi estacionada
ECONOMIA
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em março
JARDIM
Lava-jato é interditado e proprietário autuado por jogar efluentes sem tratamento na rua

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista tem suspeita de fratura nas pernas após ser atingido por carro
VILA INDUSTRIAL
Veículo é destruído pelo fogo em Dourados e ocupantes saem ilesos; veja vídeo
RESGATE
Menina estava brincando com irmãos e avó quando se afogou no Rio Dourados
HOMICÍDIO
Jovem é morta com tiros de escopeta em Itaporã