Menu
Busca sexta, 15 de outubro de 2021
(67) 99257-3397

DVD Viva MS servirá de cartão de visita a cantores e compositores

05 abril 2008 - 13h11

Na noite de ontem (4), no Radio Clube Cidade, o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, recebeu autoridades da cultura do Estado para o lançamento do DVD Viva MS, produto final do Festival Viva MS - Canções da minha terra, alusiva aos 30 anos de criação do Estado.

"Este DVD é um instrumento vital para os novos artistas. É um cartão de visita do seu trabalho, porque todos precisam mostrar o trabalho. O mercado é difícil e concorrido, ganha quem tem mais habilidade, talento e instrumentos que mostrem o que cada artista faz. Este DVD é uma ferramenta que o artista deve saber usar a seu favor: a favor da sua arte, talento e sucesso", afirmou o presidente da FCMS, Américo Calheiros, que depois da solenidade entregou 100 cópias do DVD para cada grupo ou artista que participaram do show, para utilizarem como meio de difusão da música regional.
Os artistas que compareceram a solenidade tiveram a oportunidade de assistir, na íntegra, o show que compõe o DVD. Adriano Praça, um nos intérpretes, disse que o mais importante foi o resgate cultural que o Estado proporcionou: "Este DVD é um resgate da identidade de Mato Grosso do Sul, esta iniciativa fantástica movimentou a classe musical artística no sentido de procurar as raízes de nosso Estado. Somos um caldo cultural do país. Isto aqui tem a nossa cara, nosso sotaque, e saber que contribuímos um pouco para a cara do Estado, para o formato que se dá a este povo e a esta cultura é impagável". Já para o secretário de Estado, Osmar Jeronymo, o DVD teve uma importância maior para a comemoração do aniversário do Estado, pois o festival possibilitou descobrir novos talentos da música regional.

Interior
Três Lagoas vive hoje um novo panorama na cultura, com as parcerias entre município e Fundação/Governo, segundo a diretora de Cultura de Três Lagoas, Vickie Vituri Garcia de Souza. Para ela, essas parcerias fazem com que as coisas aconteçam de forma mais natural. "Sabemos das dificuldades de lançar os artistas do interior na capital, quanto mais em nível de Estado ou de país. Os impedimentos financeiros limitam a projeção do trabalho do músico, mesmo com o talento comprovado neste festival. Este projeto veio ao encontro de nossas necessidades e pretendemos estar à altura deste investimento.

A banda de Três Lagoas, Olho d´Água, gostou do resultado. De acordo com Cássio, baterista grupo, o Estado fortalece a música dentro e fora de Mato Grosso do Sul com este DVD. "O festival foi de grande valia para nós sul-mato-grossenses. Foi a valorização de nosso trabalho, e para nós, o resultado foi acima do esperado. Necessitávamos deste festival para que em nossas viagens pudéssemos mostrar, não só as nossas musicas, mas a música de MS".

Romani e Rafael, de Dois Irmãos do Buriti, salientaram o orgulho do interior: "Nossa pequena cidade se tornou grande com o foco dado pelo festival. Foi um incentivo e uma força a mais que nos deram, agora é trabalhar e não ter vergonha de mostrar a música do interior". João Bueno, da dupla João Bueno e Gabriel, também falou da necessidade dos músicos do interior terem seus trabalhos reconhecidos em outras cidades. "Para nós de Novo Horizonte do Sul é uma grande oportunidade de levar nossas musicas para fora do nosso município e de difundir nosso trabalho. Com essa divulgação teremos agora mais chances de tocar em outros locais".

Uma nova edição do Festival foi sugerida pelos artistas, que ouviram Osmar Jeronymo dizer ser favorável a uma futura edição. "Essa equipe de cultura, que vêm desde a administração municipal do André, tem agora a oportunidade de dar incentivo a cultura regional. O festival mexe com o coração de todos, dos artistas, compositores e do público. A idéia do Festival foi boa e acredito que deva continuar. Talvez possamos mudar alguma coisa neste formato, mas isso será discutido futuramente com os Conselhos de Cultura"

Participaram ainda da solenidade o secretário de estado de habitação Carlos Marum, a Secetária municipal de cultura de Campo Grande Solimar Almeida, prefeitos e representantes da cultura estadual. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Após queda de árvores, Alan cita maior atenção para plano de arborização de Dourados
TEMPESTADE
Após queda de árvores, Alan cita maior atenção para plano de arborização de Dourados
Temporal deixou casas destelhadas e derrubou mais de 100 árvores em Dourados
CLIMA
Temporal deixou casas destelhadas e derrubou mais de 100 árvores em Dourados
AUTOMOBILISMO
Fórmula 1 anuncia temporada 2022 com recorde de 23 corridas
BRASIL
Butantan recebe autorização para iniciar testes de soro anti-covid
Após tentativa de fuga, mulher entrega casal de traficantes que acaba preso
AQUIDAUANA
Após tentativa de fuga, mulher entrega casal de traficantes que acaba preso
REGIÃO
Acusado de distribuir cocaína para traficantes menores é preso
ANASTÁCIO
Em atitude suspeita, jovem acaba presa por receptação
BRASIL
CPI da Pandemia redefine último dia de depoimentos na semana que vem
DOURADOS
Com instabilidade na rede elétrica, central de vacinação interrompe serviços
TEMPORAL
Ruas são interditadas em Dourados após vendaval; veja quais

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia indicia três e recupera R$ 32 milhões de golpe milionário em empresa
FRONTEIRA
"Olheiro" de vítimas da chacina em Pedro Juan é preso
VIOLÊNCIA
Ataque na fronteira deixa um morto e dois feridos, entre eles vereador
CLIMA
Chuva e ventos fortes derrubam árvores em Dourados e causam estragos em posto da PRF