Menu
Busca domingo, 31 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Douradão pode sediar jogo entre Santos e Naviraiense

03 fevereiro 2010 - 15h12

Vereadores se reúnem, logo mais à tarde, com o prefeito de Dourados, para buscarem uma maneira de sediar a partida entre Santos e Naviraiense, no dia 24 de fevereiro. O jogo faz parte da primeira fase da Copa do Brasil.
Segundo Sidlei Alves (DEM), a proposta é que os poderes se unam para trazer mais entretenimentos para cidade, assim como fomentar o comércio do município e dar visibilidade no cenário nacional “Se não tomarmos as medidas necessárias o jogo será marcado em Campo Grande ou Presidente Prudente”, destaca o presidente da Casa.
“Esse encontro é para solicitar à prefeitura que regulamentarize o estádio Douradão para que o jogo aconteça em Dourados”, explica Sidlei Alves, presidente da Câmara.
A reunião acontecerá na sala de reuniões da prefeitura, às 16h30.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DURANTE A PANDEMIA
Saiba quais foram as maiores lives musicais realizadas na internet
SOLIDARIEDADE
Ação de ONG leva roupas e itens de higiene para famílias de Campo Grande
BRASIL
Parques e igrejas de maior porte reabrem no DF na quarta-feira
CORRIDA ESPACIAL
SpaceX e Nasa lançam foguete com astronautas nos EUA
BRASIL
Cidade de São Paulo prorroga quarentena até 15 de junho
"RAÍZES"
Documentário sobre sacis filmado em MS tem estreia online em junho
EM MIRANDA
Mulher é estuprada após ser levada para quintal de residência
REDES SOCIAIS
Bolsonaro tira fotos sem máscara após ir a lanchonete em Goiás
NA CAPITAL
Criança fica ferida ao ser atropelada por moto em avenida de Campo Grande
RELAÇÕES INTERNACIONAIS
EUA anunciam mais US$ 6 mi para ajudar Brasil no combate à pandemia

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
PANDEMIA
Comitê diz que Dourados não é epicentro do novo coronavírus e descarta lockdown