Menu
Busca segunda, 19 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Donos de postos prometem parar a venda de diesel em MS

23 janeiro 2004 - 16h43

Os donos postos de combustíveis situados nas cidades fronteiriças ao Estado de São Paulo iniciaram hoje um boicote para pressionar o Governo Estadual para que seja reduzida a alíquota do ICMS cobrado dos postos de combustíveis. Atualmente a alíquota é de 17% sobre R$ 1,5647, enquanto que nos Estados de São Paulo, Paraná e Minas Gerais a alíquota 12% sobre R$ 1,3600. Os postos das cidades de: Brasilândia, Bataguassu, Paranaíba, Selvíria, Cassilândia, além de Três Lagoas, possuem estoques para mais dez dias, depois disso o motorista terá de procurar os postos no Estado de São Paulo. Os donos estão panfletando junto aos motoristas e informando os motivos da paralisação das vendas. Nos postos do MS o diesel custa até R$ 0,11 mais que nos outros Estados, o que fez as vendas caíssem, em média, 40% nos últimos dois anos.Como os tanques dos caminhões têm capacidade para até mil litros de combustível, o suficiente para rodar mais de dois mil quilômetros, os caminhoneiros que passam pele MS não abastecem no Estado. “Os caminhões que vêm de outros Estados enchem o tanque nos Estados vizinhos e param em nossos postos  apenas para tomar banho e descansar”, conta um dos proprietários. Segundo ele, o problema irá afetar a comercialização dos postos do Estado, conseqüentemente a redução dos empregos.
A gerência de um posto de combustível instalado na Avenida Ranulfo Marques Leal que chegou a ser a vender 500 mi litros de diesel no mês, hoje vende apenas 300 mil litros mensais. A situação é ainda pior nas divisas dos Estados, como Bataguassu, onde basta cruzar a fronteira para abastecer mais barato em São Paulo.Os donos dos postos querem apenas a equalização do ICMS do diesel com outros Estados para ter competitividade e evitar a falência de muitos postos. Pesquisas mostram que o consumidor muda de revendedor por uma diferença de apenas R$ 0,02 e com uma diferença de R$ 0,10 os postos estão tem prejuízo. A manifestação espera sensibilizar o Governo para que reveja e estude a viabilidade da redução do ICMS sobre o óleo diesel.   

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
Colisão entre carreta e pick-up mata motorista de 32 anos na BR-262
POLÍTICA
Congresso derruba veto de Bolsonaro e aumenta pena de crimes na internet
Rapaz diz que matou ex-padrasto após ser humilhado na frente da mãe
ROTEIRO PRÉVIO
CPI prevê quebras de sigilo, acareações e audiências auxiliares de Bolsonaro
MEIO AMBIENTE
Proprietário rural é multado em R$ 2 mil por desmatamento ilegal 
JUSTIÇA
Saiba onde ir em busca de um acordo como solução de seu conflito
JARDIM
Traficante abandona caminhonete com 1,7 tonelada de maconha
REGIÃO
Saúde de MS promete mais agilidade na entrega de resultados de exames
RIO VERDE
Preso homem que matou namorado da ex e atropelou bebê de 2 anos
DOURADOS
Prefeitura entrega remessa com 5 mil folhas de documentos da CPI Covid

Mais Lidas

ASSALTO
Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
DOURADOS
Interno morre após briga com companheiro de cela da PED
PED
Arma de fabricação caseira é encontra em cela de interno morto