Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Dono de chácara diz que galo bota ovo em MS

29 dezembro 2009 - 18h00

Foto: Reprodução/TV Morena
Dono de chácara diz que galo bota ovo em Campo Grande (Foto: Reprodução/TV Morena)
O dono de uma chácara em Campo Grande, Jair Arruda, diz que o galo que cria em sua propriedade bota ovo. O animal virou atração na cidade e já atrai curiosos que querem presenciar o feito. Veja vídeo da reportagem do MSTV.  
“Ele é o astro do galinheiro, cuida dos pintinhos, acorda a gente de manhã, e bota ovo. Nem galo, nem galinha, é gala”, diz Maria Dina da Silva, mulher de Jair.

O casal quer preservar o galo, e cuidar bem dele. O galo que bota ovo vive no colo e domina o galinheiro. "Não vendo, não mato e não empresto", diz Maria Dina. 
Ela afirma ainda que ainda colocou os ovos para chocar. “Nós comemor os ovos. Chegamos a colocar os ovos para chocar, mas eles não vingam”, afirma Maria Dina, que chegou a registrar com uma câmera o momento em que o galo bota ovo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORUMBÁ
Cinco funcionários são presas acusadas de venda e receptação de tijolos
PROTOCOLOS
Comitê de ações da UEMS publica Plano de Biossegurança Institucional
POLÍTICA
Planalto teme que quebra de sigilo repercuta na cassação de Bolsonaro
CAPITAL
Homem acusado de esfaquear a mãe e um amigo da ex-mulher é preso
REMÉDIO CONTRA MALÁRIA
França proíbe uso da hidroxicloroquina para tratamento da Covid-19
PONTA PORÃ
Ambiental autua homem em R$ 15 mil por maus-tratos a animais
DATAFOLHA
Para 61% dos que viram reunião, Bolsonaro quis interferir na PF
POLÍCIA
Idosa é agredida após ter a casa invadida por morador de rua
CULTURA
CineClube UEMS terá encontros online com filmes sobre pandemia
LOTERIA
Confira os números da Mega-Sena, que paga prêmio de R$ 33 milhões

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher