Menu
Busca segunda, 21 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Dólar comercial opera em baixa cotado a R$ 2,299

14 junho 2006 - 07h40

O dólar comercial abriu as operações desta quarta-feira em baixa, cotado a R$ 2,303. Às 8h15, a moeda norte-americana cedia 0,51%, a R$ 2,297 na compra e a R$ 2,299 na venda.No mercado futuro, os contratos de julho negociados na BM & F recuavam 0,51%, projetando a moeda a R$ 2,310.Ontem, o dólar subiu 0,91%, cotado a R$ 2,309 na compra e a R$ 2,311 na venda.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Beneficiários do Bolsa Família recebem nesta segunda-feira
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Beneficiários do Bolsa Família recebem nesta segunda-feira
Em cinco meses, Dourados aplicou 125 mil doses de vacinas contra a Covid-19
IMUNIZAÇÃO
Em cinco meses, Dourados aplicou 125 mil doses de vacinas contra a Covid-19
União Pneus tem prazo de entrega mais rápido da região em recauchutagens e consertos
INFORME PUBLICITÁRIO
União Pneus tem prazo de entrega mais rápido da região em recauchutagens e consertos
Churrascaria é atingida por incêndio na região central da Capital
CAMPO GRANDE
Churrascaria é atingida por incêndio na região central da Capital
Após mais de 2 meses internada por acidente, jovem morre no HV
DOURADOS
Após mais de 2 meses internada por acidente, jovem morre no HV
TRÁFICO DE DROGAS
Moradora de Goiás é presa carregando drogas em ônibus na região de Dourados
DELIBERATIVA
Câmara federal realiza hoje sessão para votar Medida Provisória da Eletrobras
EDUCAÇÃO
1º Encontro de Pesquisadoras e Pesquisadores da Temática LGBT+ de MS
INFORME PUBLICITÁRIO
Senar Mato Grosso do Sul tem plataforma EaD gratuita voltada ao campo
IMUNIZAÇÃO
Confira quem pode se vacinar e quais locais estão aplicando a vacina

Mais Lidas

ASSASSINATO
Investigações apontam que mulher foi atraída para o local do crime por proposta de trabalho
VIVAL DOS IPÊS
Com suspeita de latrocínio, mulher é encontrada morta em Dourados
LAGUNA CARAPÃ
Veículo de mulher morta em Dourados é encontrado
REGIÃO
Preso, motorista de Corolla que matou moto entregador nega "racha"