Menu
Busca sexta, 05 de março de 2021
(67) 99257-3397

Dólar comercial abre em alta cotado a R$ 2,874

17 outubro 2003 - 06h47

O dólar comercial abriu hoje em alta de 0,84%, vendido a R$ 2,874. Ontem, a moeda norte-americana subiu pela segunda vez seguida. Fechou em alta de 0,38%, a R$ 2,85, maior valor em nove dias. O mercado alimenta a expectativa de que o governo adote medidas para turbinar a cotação.Os exportadores estão preocupados com o preço abaixo de R$ 2,90. Com a moeda em baixa, eles ganham menos na hora de converter dólar em reais. Além disso, os produtos brasileiros ficam mais caros no exterior. Por isso, o setor defende a cotação em torno de R$ 3. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MAIS MULHERES NA JUSTIÇA
Comitê incentivará a participação feminina na justiça de MS
Polícia flagra adolescente de 12 anos pilotando moto em alta velocidade
BELA VISTA
Polícia flagra adolescente de 12 anos pilotando moto em alta velocidade
STF julga se barra "legítima defesa da honra" em casos de feminicídio
BRASIL
STF julga se barra "legítima defesa da honra" em casos de feminicídio
Mulher é multada após deixar cachorra tomada por sarna e carrapatos
MAUS TRATOS
Mulher é multada após deixar cachorra tomada por sarna e carrapatos
MAIS DE MIL POR DIA
Ocupação elevada de UTIs pode aumentar média de vítimas de covid-19
DIA INTERNACIONAL DA MULHER
Câmara de Dourados entrega o prêmio Marta Guarani na próxima segunda
MS
STF nega ação de governos estaduais sobre piso nacional do magistério da educação básica
LADÁRIO
Suspeito de planejar morte de policial é preso com auxilio de drone
MATO GROSSO DO SUL
Decisão do STJ será avaliada pela polícia antes de ser colocada em prática
CLIMA
Inmet estende até sábado alerta de chuvas intensas em Dourados

Mais Lidas

DOURADOS 
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
PONTA PORÃ
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
NOVA DOURADOS
Colisão entre veículos deixa pessoa gravemente ferida em Dourados
PANDEMIA 
Secretário alerta para nova variante do coronavírus na região da Grande Dourados