Menu
Busca segunda, 14 de junho de 2021
(67) 99257-3397

“Diversificação é uma saída para o campo”, diz Tetila

19 maio 2006 - 11h27

O prefeito de Dourados Laerte Tetila visitou produtores do distrito de Itahum para, segundo ele, “ouvir e ver de perto a situação em que vive hoje o produtor rural de Dourados”. O prefeito ouviu  o produtor Ernest Ferter, que falou das dificuldades enfrentadas pelo setor e também apontou soluções possíveis para a agricultura de Dourados. “Acho que é importante entendermos o problema do campo, mas ainda mais importante, é buscarmos soluções para evitar que essas crises voltem a acontecer”, disse o prefeito. Ernest Ferter disse que os produtores brasileiros vivem momentos difíceis em função, principalmente, de três fatores: aumento do preço dos insumos e da queda do preço da soja no mercado internacional; diminuição da cotação da saca e depois pela queda do dólar frente ao real e queda da produtividade em função da estiagem dos últimos anos. De acordo com ele, os produtores fizeram financiamentos que não estão conseguindo saldar.  Ferter aponta a renegociação das dívidas como medida necessária para amenizar os problemas urgentes do agricultor e, ainda, a criação de um seguro agrícola que garanta ao produtor o preço mínimo relativo ao custeio da safra. Tetila disse que está “sensível” a situação e que vai levar sua preocupação à bancada sul-mato-grossense em Brasília e apresentar “sugestões de soluções urgentes e, sobretudo, de longo prazo; temo que tentar enxergar mais longe, para além desta crise, que é momentânea”, afirmou. Contudo, ao apresentar sua propriedade ao prefeito, Ferter ressaltou que a “diversificação” da produção, sobretudo com culturas bioenergéticas, é o caminho para onde aponta a tendência do mercado mundial para as próximas décadas. Ele ressalta que a diversificação, por si só, já seria um fator importante para a valorização da soja no mercado. “Se os produtores brasileiros decidissem trocar pelo menos 20% da área de soja por outra cultura isso, provavelmente, já provocaria uma alteração positiva no preço da soja”. Tetila conheceu a plantação de girassol do produtor, que hoje já ocupa 15% de toda área plantada. De acordo com Ferter, toda produção é destinada à produção de óleo refinado para ser usado como combustível. O agricultor destaca, ainda, o baixo custo de produção do girassol em relação à soja e outras culturas regionais e a facilidade de poder usar o mesmo maquinário para plantação e colheita. “O biodíesel seria para nós uma solução ideal”, disse Ernest Ferter, que planta girassol com sementes fornecidas pela Embrapa. O prefeito salientou que a produção de combustíveis de origem vegetal “é o grande negócio deste século, porque no momento em que as reservas de petróleo do mundo estão acabando e as nações mostram-se cada vez mais preocupadas com a questão ambiental, o biocombustível é a “menina dos olhos”, porque é uma fonte de energia renovável e com baixíssimos índices de poluentes agregados”. Tetila  informou que uma indústria para produção de biodíesel utilizando a semente de girassol e gordura bovina já está sendo construída no distrito Industrial com o apoio e incentivos da Prefeitura, e que junto com a usina de álcool que também está sendo construída em Dourados, “são provas de que é preciso que o produtor esteja antenado para a “bola da vez”, e busque novas alternativas.  “Tanto a Prefeitura, apoiando e concedendo incentivos para a instalação de indústrias de bioenergéticos em Dourados, quanto o Governo Federal que recentemente conquistou uma grande vitória na Organização Mundial do Comércio (OMC), conseguindo o fim dos subsídios à produção de açúcar nos países ricos (viabilizando o crescimento da produção de cana no Brasil), estão buscando dar alternativas para a agricultura nacional não apenas de forma emergencial mas, principalmente, alternativas de crescimento sustentável de mercado para as próximas décadas”, ponderou Tetila, afirmando que vai à Brasília buscar apoio para o crescimento da produção de bioenergia em Dourados.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

INTERNACIONAL
Justiça argentina começa interrogatórios sobre morte de Maradona
Entidades acusam governo federal de perseguir pesquisadores
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Entidades acusam governo federal de perseguir pesquisadores
CAPITAL
Mulher é acusada de agredir e xingar policiais em bairro de Campo Grande
FUTEBOL
Copa América: seleção chega ao Rio de Janeiro para jogo contra Peru
Especialistas criticam ausência de programação de combate ao racismo na EBC
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Especialistas criticam ausência de programação de combate ao racismo na EBC
INTERNET
Pesquisa aponta inacessibilidade de sites culturais
LEGISLATIVO
Câmara aprova isenção de impostos para beneficiários do "Casa Verde Amarela"
IMUNIZAÇÃO
Covid-19: 82% dos indígenas receberam 1ª dose, diz Ministério da Saúde
COVID-19
Estado acolhe flexibilização de medidas em Dourados, mas mantém bandeira "cinza"
ESPORTES
Ministério da Saúde confirma 41 casos de covid-19 na Copa América

Mais Lidas

DOURADOS
Defron desarticula entreposto de cocaína no Campo Dourado
REGIÃO
Homem é executado a tiros na rodoviária de Nova Alvorada do Sul
DOURADOS
Guarda encerra mais uma festa clandestina regada a álcool em meio ao lockdown
DOURADOS
Jovem é encontrado caído em via na área central e estado de saúde é grave