Menu
Busca terça, 18 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Diretores americanos conhecerão gestão de escolas de MS

13 agosto 2004 - 13h15

A partir da próxima terça-feira, diretores de escolas do Mato Grosso do Sul que obtiveram destaque em gestão escolar no ano passado terão a oportunidade de trocar experiências com diretores dos Estados Unidos. A iniciativa dessa interação é parte do Programa de Intercâmbio de Diretores Escolares, promovido pelo Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed), em parceria com a Embaixada Americana.Ao todo, oito professores norte-americanos virão ao Brasil divididos em quatro duplas. Cada dupla visita uma região diferente do país: Mato Grosso do Sul e Mato Grosso; Distrito Federal e Goiás; Piauí e Maranhão; e Paraná e Rio de Janeiro. No total, os gestores visitarão 24 unidades escolares, que foram escolhidas por terem alcançado um bom resultado em levantamentos que avaliaram a gestão escolar.Em Campo Grande, a chegada dos diretores norte-americanos está marcada para as 21h da segunda-feira, 16, no aeroporto internacional. No dia seguinte, às 9 horas, eles terão uma audiência na Secretaria de Estado de Educação (SED), com o secretário Hélio de Lima, que irá apresentar um panorama da educação no Estado e falará sobre as políticas públicas desenvolvidas pelo Governo do Estado. A programação segue com a visita dos profissionais norte-americanos em três escolas: Padre João Greiner, no bairro Estrela do Sul, na Capital (dia 17, às 13h30); Zumbi dos Palmares, em Furnas do Dionísio, município de Jaraguari (dia 18, às 8h30) e escola municipal indígena Marcolino Lili, aldeia Lagoinha, em Aquidauana (dia 19, a partir das 9h30). Na aldeia Lagoinha, os diretores norte-americanos irão conhecer também a comunidade ao redor da escola, que tem cerca de 500 pessoas, possui vários trabalhos, como artesanato, e busca preservar sua cultura, além do ensino bilíngüe que a escola oferece. No dia 20, os profissionais visitarão escolas de Mato Grosso, até o dia 24, quando irão à Bahia.Nos dias 25 e 26 de agosto, todos os diretores participantes do programa, brasileiros e norte-americanos, comporão um encontro de discussões sobre os resultados obtidos com a experiência do intercâmbio. Na próxima etapa do programa, ainda sem data definida, 24 professores do Brasil irão aos Estados Unidos para visitar as instituições de ensino de diversos locais do país. Para a técnica em gestão escolar da Secretaria de Estado de Educação (SED), Edna da Rosa, “esta é uma excelente ocasião para fortalecer os laços institucionais entre as entidades parceiras e, principalmente, trocar experiências na busca de avanços na área de educação, tanto para nós quanto para eles”.Mirian Acosta-Sing e Coran James serão os dois gestores que virão ao Estado. Mirian tem 55 anos e vem da cidade de Nova York. É diretora da escola The Mott Hall School, onde são atendidos aproximadamente 450 estudantes. Ela já recebeu prêmios de referência em educação na sua cidade, como o Cahn Fellows Program 2003/2004. Sua principal área de interesse na vinda ao Brasil é educação internacional, principalmente sobre as diversidades culturais brasileiras.Coran James tem 56 anos de idade, sendo 30 dedicados à escola Freedom Academy High School, em Brooklin. Impact Coalition (que leva em consideração a excelência em direção escolar) de 2004 e o Education Technology Think Tank (que observa os trabalhos que auxiliam a comunidade no uso da tecnologia) de 2003, são os principais prêmios que recebeu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CHAPADÃO DO SUL
Motorista tem perna esquerda estilhaçada em explosão de compressor de ar
IstoÉ
Michelle Bolsonaro perde processo e terá de pagar indenização de R$ 15 mil
CAPITAL
Preso, rapaz diz que espancou idoso por ele 'mexer' com sobrinho de 1 ano
UEMS
Mestrado em Educação Científica e Matemática prorroga inscrições até junho
CORUMBÁ
Após assaltar papelaria, ladrão tenta fugir para mata e invade residência
SAÚDE
Diretora do Conselho de Farmácia alerta para uso irracional de medicamentos
Polícia do Paraguai apreende cocaína escondida em chifre ornamental
GOVERNO BOLSONARO
Ocupação irregular na Amazônia cresceu 56% em dois anos, diz instituto
ANTÔNIO JOÃO
Homem é preso por tentar matar adolescente de 17 anos a tiros
REGIÃO
Inscrições para processo seletivo de estágio em Angélica são prorrogadas

Mais Lidas

POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
CLIMA
Frio mais intenso do ano é previsto para esta semana em Dourados
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS
FEMINICÍDIO
Mulher é encontrada morta com golpe de faca no pescoço na região do João Paulo II