Menu
Busca sábado, 27 de fevereiro de 2021
(67) 99257-3397

Diretor não vê motivos para dúvidas em morte de indígena

15 agosto 2009 - 10h22

A suspeita da Funai de que o indígena Rosimaldo Gonçalves Porto de 22 anos, que morreu na quarta-feira em uma das celas do Presídio de Segurança Máxima Harry Amorim Costa , pudesse ter morrido de outra causa que não por pneumonia seria sem fundamento, segundo o diretor do presídio, Joel Rodrigues Ferreira.
Ele contou hoje pela manhã que nos dois exames feitos ontem a causa da morte foi atestada como pneumonia e que o indígena já estava internado antes da tentativa de transferência para o Hospital da Vida.
A Funai pediu que o corpo seja levado para Brasília para necropsia, que serviria como uma terceira opinião sobre a morte, já que ontem dois exames comprovaram a morte "natural".

Deixe seu Comentário

Leia Também

MPE e Defensoria não se opõem a júri para assassino de ex-secretário
DOURADOS
MPE e Defensoria não se opõem a júri para assassino de ex-secretário
Sexta Turma nega habeas corpus a réu condenado por estupro de vulnerável mesmo sem contato físico
STJ
Sexta Turma nega habeas corpus a réu condenado por estupro de vulnerável mesmo sem contato físico
BRASIL
Fábricas de Cultura investem em tecnologia de inteligência artificia
Preso com agrotóxicos é autuado em R$ 180 mil pela PMA
MS
Preso com agrotóxicos é autuado em R$ 180 mil pela PMA
FUTSAL
Minas vence Dois irmãos e encara Magnus na final da Supercopa
PREVENÇÃO
Dourados receberá carreta do Hospital do Amor em março
REGIÃO
Acordo com MPE prevê multa e exoneração de servidores
STJ
Servidor condenado por improbidade não pode ter aposentadoria cassada em decisão judicial
BODOQUENA
Sul-mato-grossense é multado por degradação ambiental em balneário particular
DOURADOS
Prefeitura empenhou R$ 253 milhões para despesas no primeiro bimestre

Mais Lidas

DOURADOS 
Operação desarticula quadrilha especializada em furtos de máquinas agrícolas
DOURADOS 
Mulher é esfaqueada na região central e encaminhada ao HV em estado grave
PARAGUAI
Quadrilha é presa com 1,4 tonelada de cocaína e até avião na fazenda de Pavão
DOURADOS 
Mulher que esfaqueou rival é autuada em flagrante por tentativa de homicídio