quarta, 08 de dezembro de 2021
Dourados
35°max
21°min
Campo Grande
32°max
22°min
Três Lagoas
35°max
20°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Direitos Humanos quer rigor na investigação sobre morte de rapaz

16 outubro 2003 - 09h46

O CDDH (Centro de Defesa dos Direitos Humanos) vai pedir oficialmente que o secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, Dagoberto Nogueira Filho, acompanhe as investigações sobre a morte de Carlos Alexandre Macena, 19 anos, supostamente cometida pelo bombeiro reformado Valmir Gomes Borba. O temor do CDDH é de que aconteça com esse caso o que ocorre simplesmente com todas as denúncias de tortura apontando servidores públicos estaduais como autores: ninguém é punido, segundo afirmou Gustavo Corrêa Bezerra de Araújo, coordenador do Comitê Estadual de Combate à Tortura. Ele disse que isso ocorre porque, em decorrência do corporativismo, os inquéritos são "mal feitos" e impossibilitam a comprovação dos crimes. Entre as forças públicas denunciadas de tortura, a Polícia Militar é a campeã de reclamações. Nos presídios, o Garras (Grupo Armado de Repressão a Roubos, Assaltos e Seqüestros) é até conhecido como “enfermeiros”, apelido originado pela suposta “quebradeira” de presos cometida por agentes da unidade. Araújo comenta que a versão inicial, de que o tiro na boca de Macena foi disparado por acidente, só demonstra o desinteresse em apurar com rigor o caso. Uma pessoa com experiência na área de segurança pública, no caso o bombeiro reformado, não colocaria a arma na boca de alguém e dispararia “sem querer”, questiona o coordenador. O CDDH cogita também pedir proteção a Ricardo Lino Martins, 18 anos, testemunha ocular do crime. Ele estava junto com Macena e um outro rapaz, identificado como Joel, em poder de Borba, do policial civil Irineu Louveira e do bombeiro Daniel Gomes da Silva. Martins seria a peça chave para comprovar que os jovens foram torturados e que a morte de Macena não teria sido “sem querer”, como propõem as autoridades até agora e contraria o que vê o CDDH sobre o caso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Aramado com uma faca, homem rouba celular e foge para o Paraguai
PONTA PORÃ

Aramado com uma faca, homem rouba celular e foge para o Paraguai

Medida provisória cria programa de acesso gratuito à internet para alunos de escola pública
EDUCAÇÃO

Medida provisória cria programa de acesso gratuito à internet para alunos de escola pública

Foragido da justiça é encontrado e preso
NOVA ANDRADINA

Foragido da justiça é encontrado e preso

Abate de frangos e suínos no Brasil registra recorde, diz IBGE
ECONOMIA

Abate de frangos e suínos no Brasil registra recorde, diz IBGE

Ao buscar filha na casa do ex-marido, jovem é agredida por ele e mais duas mulheres
DOURADOS

Ao buscar filha na casa do ex-marido, jovem é agredida por ele e mais duas mulheres

PANDEMIA

Comissão de Turismo debate viabilidade do Carnaval em 2022

PARAÍSO DAS ÁGUAS

PMA salva jacaré de mais de dois metros preso a anzol em rio

EDUCAÇÃO

IFMS divulga lista de inscritos e convocação para nivelamento em cursos de idiomas

ECONOMIA

Comércio varejista recua 0,1% em outubro, diz IBGE

DOURADOS

Viciado, jovem exige dinheiro e ameaça matar os pais

Mais Lidas

OPERAÇÃO GEMINUS

Dono de transportadora de Dourados é preso em Operação que investiga tráfico de cocaína

REGIÃO

Douradense se afoga em balneário de Fátima do Sul

RIO DOURADOS

Bombeiros localizam corpo de douradense que se afogou em Fátima do Sul

OPERAÇÃO GEMINUS

PF cumpre 11 mandados em Dourados contra esquema de tráfico internacional de drogas