Menu
Busca quinta, 23 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
ELEIÇÕES 2014

Dilma diz que não reduz direitos trabalhistas “nem que a vaca tussa”

17 setembro 2014 - 13h55

Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff, que disputa a reeleição pelo PT, afirmou hoje (17) que não fará reformas na lei trabalhista que reduzam direitos dos trabalhadores, “nem que a vaca tussa”. Segundo Dilma, o direito às férias e ao décimo terceiro salário está entre os itens que não podem ser alterados para atender a interesses de empresários.

“Eu não mudo direitos na legislação trabalhista. Férias, décimo terceiro, FGTS [Fundo de Garantia do Tempo de Serviço], hora extra, isso não mudo nem que a vaca tussa”, enfatizou a candidata, em entrevista após encontro com empresários na Associação Comercial e Industrial de Campinas, no interior paulista.

Em alguns casos, segundo Dilma, é possível fazer adaptações na lei, mas sem reduzir direitos, como no caso de trabalho de jovens aprendizes em micro e pequenas empresas. A candidata lembrou que a lei determina que os empresários paguem pela formação dos aprendizes, mas, para estimular a contratação, o governo anunciou na última semana que, nesses casos, a formação será custeada com recursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).

A candidata à reeleição voltou a comentar uma proposta apresentada nos últimos dias, de que, se reeleita, criará um regime tributário de transição para que micro e pequenos empresários não tenham que limitar o crescimento por medo de perder os benefícios e isenções do Simples Nacional. Dilma também se comprometeu a “acabar com a indústria da multa”, garantindo que a atuação dos fiscais tributários nas empresas de pequeno porte seja primeiro educativa, antes da aplicação da punição.

Ela reforçou o compromisso de reduzir a burocracia para os processos de abertura e, principalmente, fechamento de empresas e disse que as primeiras medidas serão anunciadas ainda neste mês. “Abrir e fechar empresas no Brasil é, de fato, um grande desafio. Temos o compromisso de assegurar que esse tempo seja reduzido, que saia de 100, para, em alguns casos, cinco dias”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Suspeito de furtar bicicleta é apedrejado e vai parar em hospital
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Aprovada isenção de IR para aposentados com sequelas de covid-19
Mulher ganha R$ 50 mil no Nota Premiada com recibo do enterro do pai
Mulher ganha R$ 50 mil no Nota Premiada com recibo do enterro do pai
SAÚDE
Preso, Roberto Jefferson vai passar por cirurgia de cateterismo
CAPITAL
Após ser acusado de roubo, homem tenta matar mulher a facada
ONLINE
UEMS realiza palestra sobre 'Leitura e Literatura para bebês e crianças'
CAPITAL
Família faz vaquinha de R$ 21,9 mil para cirurgia de bebê de 8 meses
ASTRONOMIA
Entenda o que é equinócio, fenômeno que dá início à primavera
MARACAJU
Padrasto foge após menina contar a amiga da família que era estuprada
JUDICIÁRIO
Plataforma no portal do TJ/MS facilita busca de veículos apreendidos

Mais Lidas

DOURADOS
Vizinhos sentem mau cheiro e idoso é encontrado morto no Novo Horizonte
PEDRO JUAN CABALLERO
Adolescentes desaparecidas na fronteira são localizadas
FRONTEIRA
Adolescentes brasileiras estão desaparecidas desde o último sábado
DOURADOS
Maconha apreendida em barracão usado como entreposto do tráfico pesou mais de 1,5t