sexta, 21 de janeiro de 2022
Dourados
38°max
23°min
Campo Grande
35°max
22°min
Três Lagoas
37°max
23°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

"Diabinho" é assassinado em Corumbá

29 setembro 2003 - 07h39

Jorcinei de Oliveira Silva, conhecido como "Diabinho" foi morto na tarde deste domingo, após receber 22 golpes de faca. O crime aconteceu na rua Oriental, bairro Cristo Redentor, às 12h30. Testemunhas contaram à Polícia Militar que Silva estava com um grupo na esquina da rua bebendo, quando dois homens chegaram. As agressões começaram com chutes; socos e pontápes passando em seguida para as facadas, que atingiu o rosto; o tórax; as pernas; costas; nariz e testa. Os policiais chegaram ao local do crime e encontraram "Diabinho" com a faca cravada no peito, os envolvidos fugiram.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UEMS receberá mais de R$14 milhões em investimentos
ECONOMIA

UEMS receberá mais de R$14 milhões em investimentos

PMR apreende carga de 160 quilos de maconha e 47 quilos de cocaína
TRÁFICO

PMR apreende carga de 160 quilos de maconha e 47 quilos de cocaína

Inscrições para concurso do IBGE terminam nesta sexta-feira
PRAZO

Inscrições para concurso do IBGE terminam nesta sexta-feira

Contribuintes com débitos na AGEMS podem aderir ao Refis até dia 31
GERAL

Contribuintes com débitos na AGEMS podem aderir ao Refis até dia 31

ECONOMIA

Unigran contrata profissionais para diferentes áreas de atuação 

DOURADOS

Central de Atendimento ao Cidadão retoma atendimento nesta sexta

REGISTRO

Mãe do presidente Jair Bolsonaro morre aos 94 anos em São Paulo

DOURADOS

Polícia apreende carga de contrabando e descaminho na MS-270

TEMPO

Sexta-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados

SÃO GABRIEL

Motorista morto em acidente na BR-163 ficou preso sob o caminhão

Mais Lidas

REGIÃO

Jovem acusado de assassinar diretor de escola em 2012 troca tiros com a polícia e morre

REGIÃO

Trabalhador morre após sofrer descarga elétrica na BR-463

FRONTEIRA

Líder do PCC que tinha fugido de presídio do Brasil, é preso junto a comparsas no Paraguai

FRONTEIRA

Ostentação levou polícia até professor que faturava alto para guardar drogas