Menu
Busca domingo, 24 de outubro de 2021
(67) 99257-3397

Dia do Teatro: artistas, produtores e técnicos protestam

29 março 2008 - 09h32

Atores, dramaturgos, diretores, produtores, técnicos e representantes do teatro de grupo protestaram nesta quinta-feira (27), em diversas capitais do Brasil, por mudanças nas políticas públicas voltadas para as artes cênicas. Houve manifestações em Belo Horizonte, Salvador, Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro.

Tanto na capital paulista quanto na fluminense, o Movimento do Teatro de Rua ajudou a encampar o manifesto. No Rio, o Tá na Rua, de Amir Haddad, aderiu ao protesto. "Estaremos também em Natal, com o grupo Clowns de Shakespeare, e em Campinas, com o Barracão. Em todos os lugares, será lida a Carta de Porto Alegre, redigida por dezenas de grupos brasileiros que compõem o movimento Redemoinho", destaca a atriz Mariana Senne, ligada à Cia. São Jorge de Variedades.

As companhias elaboraram um documento pela aprovação da lei federal Prêmio Teatro Brasileiro, que prevê a criação de fundo público e estabelece verbas da ordem de R$ 78 milhões às regiões brasileiras que lançariam editais para montagem, circulação e teatro de grupo. A proposta é contraponto ao modelo envelhecido da Lei Rouanet, que centraliza as captações em 80% no eixo Rio-São Paulo para projetos de forte apelo comercial, perpetuando a nefasta "política de balcão".

"O problema é que esse dinheiro público fica sob o poder dos diretores de marketing das empresas, que não optam pelos grupos de resistência e pelo teatro de pesquisa. Queremos pensar o teatro público e como a cidade tem acesso a essa arte", agrega Mariana Senne.

O protesto se estendeu à discussão no Senado do projeto de lei para o teatro, nos moldes da Lei Rouanet, e é encampado por associações de produtores do Rio e São Paulo, além de apoio de atrizes que transitam entre teatro e televisão, a exemplo de Regina Duarte e Beatriz Segall.

Em São Paulo, a manifestação aconteceu Praça Patriarca e foi marcado por intervenções de artistas na cidade. Uma delas foi a leitura da Carta de Porto Alegre na escadaria do Teatro Municipal. A UNE, por meio de seu projeto cultural, o Cuca, participou das atividades.

Os artistas também pediram reavaliação no orçamento para a Lei de Fomento para o Teatro da Cidade de São Paulo, apontada como a possibilidade de desenvolvimento do teatro público no Brasil. Grupos, como o Núcleo Bartolomeu de Depoimentos, Folias D'Arte, Grupo XIX de Teatro, Cia do Latão, Ventoforte, Teatro Fábrica, engrossam a fileira em prol de um novo momento para o teatro brasileiro.

A Rede Estadual de Teatro de Rua (RJ) realizou uma grande manifestação celebrativa em forma de cortejo dramático. Os manifestantes saíram do Largo da Carioca em direção à Cinelândia.

Durante o percurso aconteceram performances teatrais e números circenses até o fim do cortejo no Palácio Gustavo Capanema, onde fica a Representação Regional do Ministério da Cultura. Os artistas, grupos chamaram a atenção do público quanto ao descaso do Poder Público e à falta de políticas eficazes na área da cultura, em especial, na do teatro de rua e circo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UTI Covid segue com seis internações em Dourados
PANDEMIA
UTI Covid segue com seis internações em Dourados
Vendaval atinge Dourados e deixa rastro de destruição
CLIMA
Vendaval atinge Dourados e deixa rastro de destruição
TST considera fraudulento contrato de jogador e reconhece natureza salarial do direito de imagem
BRASIL
TST considera fraudulento contrato de jogador e reconhece natureza salarial do direito de imagem
LAVA JATO
Justiça Eleitoral vai julgar ação sobre empréstimo de R$ 12 milhões ao banco Schahin
MUNDO
Biden e Macron discutem defesa europeia e se reunirão em Roma
MS
Jovem é autuado pela PMA por maus-tratos a uma cadela Pit Bull
STF
Ministra Cármen Lúcia suspende reintegração de posse em Rondônia
RIO MIRANDA
Catarinenses são multados em R$ 1,8 mil por pesca predatória em Bonito
JUDICIÁRIO
STJ define retorno de sessões presenciais para fevereiro de 2022 e dia de eleição para ministros
CAPITAL
Presidente do TJMS recebe medalhão comemorativo aos 100 anos da Justiça Militar

Mais Lidas

PRESIDENTE VARGAS
Escola dispensa alunos em Dourados após mensagens de ameaças
CÁRCERE PRIVADO
Tentativa de sequestro a criança termina com jovem preso em Dourados
DOURADOS
Print tirado de conversa entre alunos resultou em mal-entendido e levou pânico a escola
DOURADOS
Homem é removido de grupo de whats e procura a delegacia