Menu
Busca sexta, 07 de agosto de 2020
(67) 99659-5905

Detento assassinado teria desrespeitado "Lei dos presos"

29 dezembro 2003 - 11h40

A informação oficial divulgada pelo diretor do IPCG (Instituto Penal de Campo Grande), Valdimir Ayala Castro, sobre o assassinato nesta madrugada de Valdecir Pereira da Silva, de 40 anos, que há nove anos cumpria pena por estupro, indica que foi uma morte anunciada. Depois de várias vezes sofrer ameaças por parte dos colegas do solário onde ficam 72 homens, todos com o mesmo artigo referente a crime sexual, o assassinato teria ocorrido após a direção tentar a última garantia de segurança, segundo o diretor. Devido à superlotação as duas celas fortes

Deixe seu Comentário

Leia Também

NAVIRAÍ
Mulher chama polícia ao descobrir que ex estuprava filha de 10 anos
AJUDA FINANCEIRA
Senado limita juros do cartão de crédito a 30% durante pandemia
CAPITAL
Enfermeiro do HRMS é 12º profissional de saúde morto pela Covid-19 em MS
SÃO PAULO
MP oferece denúncia contra ex-BBB Felipe Prior por estupro
RIO VERDE
Trans denuncia prefeito à polícia depois de ouvir que "não tem utilidade"
SUPREMO
STF permite acúmulo de pensão e aposentadoria, se não ultrapassar teto
FUTEBOL
Conmebol aprova protocolo de saúde para Libertadores e Sul-Americana
DOURADOS
Secretaria de Cultura adota drive-in para atender promotores culturais
CAMPO GRANDE
Jovem é internada em estado grave depois de apanhar de duas vizinhas
JUSTIÇA
Ex-companheiro que permaneceu no imóvel do casal deve pagar aluguéis

Mais Lidas

DOURADOS
Peladão: Homem é detido após armar confusão em motel e quebrar vários quartos
POLÍCIA
Duas mulheres são presas por estelionato em Dourados
TRAGÉDIA
Mulher que morreu em acidente na BR-463 em Ponta Porã tinha 27 anos
TRAGÉDIA
Uma pessoa morre em acidente grave na rodovia BR-463