Menu
Busca segunda, 17 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Descartada supeita de hantavirose em Mato Grosso do Sul

01 setembro 2004 - 12h48

O governo de Mato Grosso do Sul, através da Secretaria de Estado de Saúde, recebeu comunicado do Ministério da Saúde que a causa da morte de Maricélia Caniço Valesi, assessora do Ministério Extraordinário da Pesca, que faleceu no dia 6 de agosto, com suspeita de hantavírus, foi descartada, uma vez que o resultado de sua amostra foi IgM negativo.Ela esteve em Mato Grosso do Sul, visitando os municípios de Dourados e Maracaju no mês de julho. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dourados tem 35 pacientes com Covid-19 na espera por vaga pública de UTI
OCUPAÇÃO MÁXIMA
Dourados tem 35 pacientes com Covid-19 na espera por vaga pública de UTI
ECONOMIA
Abono salarial do PIS-PASEP de até R$ 1,1 mil tem calendário unificado
EDUCAÇÃO
Projeto 'Astrominas' oferece vagas para meninas adolescentes em atividades online de ciências
EMPREGO
Processo seletivo da Prefeitura de Maracaju terá salários de até R$ 8,5 mil
EDUCAÇÃO
Prazo para pedir isenção de taxa do Enem começa nesta segunda-feira
POLÍCIA
Foragido da Justiça é preso após agredir namorada adolescente
POLÍCIA
Mulher encontra seus três cachorros envenenados e suspeita de vingança do ex
ESPORTE
Grêmio vence Inter de virada e larga em vantagem na final do Gauchão
ESPORTES
Palmeiras domina o Corinthians, vence em Itaquera e vai à final do Paulistão
POLÍCIA
Homens são flagrados carneando vaca furtada e um deles tenta agredir policial a facada

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS