Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
(67) 99659-5905

DERF prende 'Ceará', 'Rocha' e 'Custódio' por furto de gado

05 janeiro 2010 - 15h48

Em Campo Grande (MS), nesta segunda-feira (04/01), policiais civis da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) prenderam, em flagrante delito por furto de gado, Francisco Djalma Santiago Lima Filho (20), vulgo “Ceará”, Arielson Dos Santos Rocha (20) e Ricardo De Amorim Custodio (29).
De acordo com a vítima, dono de uma propriedade rural situada na região de Rochedinho, nesta capital, o crime teria ocorrido na madrugada de segunda-feira (04/01), quando os três teriam abatido um animal bovino. Esta seria a quarta vez que os autores cometem este tipo de delito.
Todos foram localizados em suas residências e, em poder deles, foram apreendidas ferramentas usadas na prática do crime e carne bovina acondicionada em refrigeradores. Eles serão investigados pela prática de crimes semelhantes ocorridos naquelas imediações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
Como gabaritar as provas de inglês e espanhol no Enem
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 33 milhões nesta quarta-feira
DOURADOS
Município deve pagar mais de meio milhão de reais por mês até 2025 por dívida com Previd
CAPITAL
Homem procura delegacia depois que filho desaparece ao dar ‘saidinha’
LEGISLATIVO
Deputados analisam cinco proposta nesta quarta
TENTATIVA DE ASSALTO
Após gritos, comerciante consegue assustar assaltante que foge sem levar nada de distribuidora
PERSEGUIÇÃO
Alegando ser membro do PCC, jovem é preso com quase 400 kg de maconha na MS-156
105 MESES
Ampliado prazo de renegociação de empréstimos consignados
PANDEMIA
MPE cobra estudo técnico sobre alternativas para conter avanço da Covid-19 em Dourados
DEPUTADO, EMPRESÁRIO E BLOGUEIRO ALVOS
PF cumpre mandados judiciais em investigação sobre fake news

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher