Menu
Busca segunda, 17 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Deputado pede que PFL expulse Antônio Carlos Magalhães

14 setembro 2004 - 13h41

O deputado Onyx Lorenzoni (PFL-RS) apresentou hoje ao presidente do PFL, Jorge Bornhausen (SC), petição pedindo a expulsão do senador Antônio Carlos Magalhães (BA) do partido. O parlamentar alega que ACM foi o coordenador de um "processo de cooptação política" promovido pelo governo durante jantar realizado ontem na casa do ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de parlamentares do PFL. “O encontro de ontem só ocorreu devido à intervenção de ACM. O governo é arrogante e não vai destruir o partido que é depositário da confiança do povo”, afirmou o deputado. O senador Jorge Bornhausen deve nomear um relator para processo e o senador Antônio Carlos Magalhães será intimado a fazer sua defesa, que deverá ser apresentada em até 8 dias. O resultado do processo será examinado pela Executiva Nacional do PFL. A petição foi apresentada a Bornhausen durante uma entrevista coletiva convocada por ele para falar do posicionamento oficial do partido em relação ao jantar. Bornhausen disse que o encontro retrata uma “lastimável realidade da política brasileira com um ato explícito de cooptação partidária” praticada, na sua avaliação, com a adesão de ACM, o que contraria a resolução do partido de fazer oposição ao governo Lula. “Estamos às vésperas das eleições, evidentemente a intenção do jantar foi prejudicar o discurso dos nossos candidatos”, declarou Bornhausen. “Não acho que haja uma racha no partido. O nosso caminho é um só, o de oposição”, enfatizou. O clima de disputa entre os parlamentares do PFL deve interferir nas votações do plenário. O líder do partido, José Agripino (RN), sinalizou que deve usar todas as manobras regimentais para obstruir as votações. “Conforme a tradição e o regimento, teremos três sessões para buscar consenso em torno da medida provisória que está na pauta”, disse. “Temos razões para olharmos com lupa para todas as medidas provisórias”. A medida provisória que prevê isenções de impostos a cientistas que importarem equipamentos de pesquisa está obstruindo as votações no plenário do Senado. Qualquer outra proposta só poderá ser apreciada depois da votação da MP.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

COTAÇÃO
Dólar fecha em queda de olho no exterior
Parceria garante computadores a escolas indígenas
DOURADOS
Parceria garante computadores a escolas indígenas
Jovem invade apartamento e furta celular e tablet
DOURADOS
Jovem invade apartamento e furta celular e tablet
Novo decreto de emergência é publicado e modifica texto do ano passado
DOURADOS
Novo decreto de emergência é publicado e modifica texto do ano passado
Secretário acompanha obras e fala de investimento em infraestrutura para Dourados
MELHORIAS
Secretário acompanha obras e fala de investimento em infraestrutura para Dourados
BRASIL
Governo espera que IFA para o Butantan chegue até o fim de maio
EDUCAÇÃO
Startup da Inova Unigran é vice-campeã do Techstars Startup Weekend Sustentabilidade
HABITAÇÃO
Escrituras do programa de regularização fundiária são entregues em Dourados
PANDEMIA
Equipamentos são entregues para desafogar fila de espera por UTI Covid em Dourados
DOURADINA
Homem é multado em R$ 15 mil por incêndio e desmatamento de área de Mata Atlântica

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS