Menu
Busca sexta, 14 de agosto de 2020
(67) 99659-5905

Depois de 74 dias jovem é libertado com um dedo decepado

16 dezembro 2003 - 13h47

Um adolescente de 16 anos seqüestrado há 74 dias foi libertado na madrugada desta terça-feira em uma favela da zona Leste de São Paulo. Ele teve um dos dedos da mão esquerda decepado. O dedo foi enviado à família na semana passada para forçar o pagamento do resgate.O jovem foi levado para o Hospital Nipo Brasileiro, na zona norte da capital, em estado de choque. Ele disse aos médicos que a amputação do foi feita com anestesia e que tomou remédios dados pelos seqüestradores. De acordo com a polícia, o rapaz apresentava sinais evidentes de desnutrição e desidratação. Está prevista a divulgação, nesta tarde, de um boletim médico sobre o estado de saúde do adolescente.O rapaz, filho do dono de um posto de gasolina, foi seqüestrado dia no 3 de outubro. A quadrilha demorou 10 dias para fazer o primeiro contato com a família. O resgate, que durou 12 horas, começou a ser feito na tarde de segunda, quando policiais civis prenderam Willian Fastama. Ele é fugitivo do cadeião de Pinheiros e foi preso na Favela dos Três Côcos, na zona leste. Após confessar o seqüestro, negociou com o bando, por telefone, a libertação do adolescente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BOCAIÚVA
Operação mobiliza mais de 30 policiais contra o tráfico de papagaios em MS
EUROPA
Flamengo confirma saída de lateral Rafinha
DOURADOS
Jovens são detidos por algazarra em praça pública durante a madrugada
SAÚDE & BEM - ESTAR
A importância de manter seu plano de saúde neste momento
BANDEIRA LARANJA
Dourados segue com grau de risco médio em mapa estadual da Covid
TRÁFICO
Polícia apreende 1,5t de maconha durante ações nas BR's de MS
PANDEMIA
Mais de 60% dos municípios de MS declararam situação de calamidade pública
AVANÇAR CIDADES
União vai destinar mais de R$ 90 milhões para corredores de ônibus na Capital
LOTERIA
Prêmio da Mega-Sena pode pagar R$ 27 milhões amanhã
DOURADOS
Defron apreende quase meio milhão de reais em mercadorias paraguaias na MS-379

Mais Lidas

DOURADOS
Preso no Ipê Roxo era investigado desde fevereiro por estupro do sobrinho
VIDA NOTURNA
“Estão passando fome”: profissionais do sexo sofrem com a pandemia em Dourados
DOURADOS
Com gritos de "pega ladrão", grupo é flagrado furtando carro no Jardim Paulista
DOURADOS
Decreto deve autorizar volta de cursos profissionalizantes e atividades práticas de universidades