Menu
Busca sexta, 23 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Delúbio decide afastar-se do cargo, diz Suplicy

05 julho 2005 - 13h35

Delúbio Soares decidiu afastar-se do cargo de tesoureiro do PT, disse hoje o senador Eduardo Suplicy, na saída da reunião da Executiva Nacional do partido em São Paulo. Delúbio é acusado pelo deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) de envolvimento no "mensalão". Além disso, ele é um dos responsáveis pelo empréstimo de R$ 2,4 milhões feito pelo PT ao BMG com aval do publicitário Marcos Valério - que é considerado por Jefferson o operador do "mensalão". Segundo Suplicy, Delúbio fez o mesmo que o secretário-geral do PT, Silvio Pereira, que entregou na tarde de ontem uma carta à direção do partido solicitando o afastamento. "O Delúbio tomou uma decisão muito importante, tal como a do Silvinho (Silvio Pereira), e que será relatado por ele mesmo", afirmou Suplicy ao deixar a runião da Executiva da qual participou com direito a voz, mas não a voto. O senador não confirmou se o afastamento será anunciado por meio de nota como foi ontem o do secretário-geral do PT, licenciado do cargo, ou por meio de entrevista à imprensa. "Achei importante a decisão e cumprimentei a ambos por isso", acrescentou Suplicy. Ao sair da sede do PT, o senador foi responsável por provocar uma correria. Primeiro ele relutou em informar aos jornalistas sobre a decisão de Delúbio. Mas ao voltar para acrescentar uma resposta a outro questionamento, ele acabou confirmando a informação. Bastante assediado pela imprensa, o senador saiu correndo para entrar no carro que o esperava na esquina. A reunião da Executiva, que começou às 11h continua durante a tarde. A expectativa agora é para ver o que fará o presidente nacional do PT, José Genoino. Ele é pressionado por alguns líderes da esquerda petista a também se afastar do cargo. Oposição quer Delúbio, Genoino, Dirceu e Silvio Pereira na CPIO senador Alvaro Dias (PSDB-PR) afirmou hoje, em entrevista à TV Senado, que a oposição tentará, na reunião de amanhã, aprovar requerimentos para que deponham na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito dos Correios dirigentes do PT. Já foram apresentados pedidos para que sejam convocados o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, Genoíno, Delúbio e Sílvio Pereira. Alvaro Dias propôs que na quinta-feira da próxima semana sejam ouvidos Delúbio e Sílvio Pereira. Na terça-feira seguinte, de acordo com a proposta da oposição, seria a vez de José Dirceu e de José Genoino. O senador pelo Paraná afirmou que a oposição quer também aprovar outras quebras de sigilos bancário, telefônico e fiscal de envolvidos nas denúncias. Na próxima semana, a CPI tem agendados depoimentos de diretores dos Correios e do proprietário da empresa de aviação Skymaster.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dourados ultrapassa 25 mil recuperados da Covid, mas continua registrando óbitos
PANDEMIA
Dourados ultrapassa 25 mil recuperados da Covid, mas continua registrando óbitos
BRASIL
CNM aponta 591 municípios com risco de falta de kit intubação
STJ rejeita recurso para multar Câmara de Dourados
VERBA INDENIZATÓRIA
STJ rejeita recurso para multar Câmara de Dourados
PONTA PORÃ
Após "brincadeira de mau gosto", homem sofre tentativa de homicídio
Liberdade ainda que tardia!
ARTIGO
Liberdade ainda que tardia!
SAÚDE PÚBLICA
MS notifica mil casos na semana e tem segunda maior incidência de dengue do país
PANDEMIA
Estado confirma mais 48 óbitos por coronavírus e leitos de UTI/SUS continuam lotados
SAÚDE & BEM-ESTAR
Viver Bem da Unimed faz programa de combate ao tabagismo
PANDEMIA
Japão declara terceiro estado de emergência
TRÁFICO
Polícia estoura 'armazém' para refino de cocaína e prende 14 em MS

Mais Lidas

DOURADOS
Grupo receberia comissão se conseguisse negociar carga de maconha no Água Boa
DOURADOS
Jovem confessa 18 tiros, mas diz que idoso morreu antes por enforcamento
IVINHEMA
Polícia encontra mais de 800kg de maconha em casa alugada para o tráfico
DOURADOS
Ladrão invade alojamento do Hospital da Vida e leva pertences de enfermeiras