Menu
Busca quarta, 03 de março de 2021
(67) 99257-3397

Delegado é acionado por crime contra a ordem tributária

25 setembro 2003 - 13h04

Procedimentos investigatórios realizados pela Secretaria da Receita Federal apontam prática de crime contra a ordem tributária por parte do delegado de Polícia Civil Roberto Queiroz Coelho, lotado em Dourados. As investigações, já concluídas, resultaram em uma Representação Fiscal para Fins Penais contra Queiroz. No âmbito do Ministério Público Federal, está sendo preparada uma Ação Civil Pública por Ato de Improbidade contra o delegado.A auditoria nas prestações de contas de Queiroz à Receita Federal foi assinada pelos auditores Luis Felipe Leão de Sousa da Silveira e Marcelo Rodrigues de Brito, que também assinam a representação. Segundo eles, o delegado teria cometido crimes definidos pelos artigos 1º e 2º da Lei 8.137/90 (Código Tributário Nacional). Os dois artigos proíbem o contribuinte de ‘’omitir informação ou prestar declaração falsa às autoridades fazendárias’’ e de ‘’fazer declaração falsa ou omitir declaração sobre rendas, bens ou fatos, ou empregar outra fraude, para eximir-se, total ou parcialmente, de pagamento de tributo’’.As investigações e cruzamentos de informações começaram  em 03 de dezembro de 2002, através de um Mandado de  Procedimento Fiscal/Fiscalização destinado a apurar ‘’Movimentação incompatível com renda declarada” por parte do delegado Queiroz, relativa ao ano-calendário de 2001. A Receita também apurou as declarações feitas pelo delegado de 1998 a 20001.A Receita questiona comprovantes de rendimentos apresentados em 15 de janeiro por Queiroz, em especial dois recibos médicos  nos valores de  R$ 6.950,00 e de R$ 8.560,00, relativos, respectivamente, a tratamento odontológico e honorários médicos. O valor maior, segundo os recibos apresentados por Queiroz, teria sido pago a Kary Sampaio Mei e o menor a Sueli Borges de Oliveira. Ambos foram ouvidos pela Receita e negaram, em declaração prestada em juízo e de próprio punho, terem emitido os recibos apresentados pelo delegado. (Antônio Coca)

Deixe seu Comentário

Leia Também

MARACAJU
Mulher é presa por desacato ao tentar defender filho suspeito de agressões
BRASIL
Senado aprova MP para compra de vacinas por estados sem licitação
NOVA ANDRADINA
Filho busca doador de medula óssea para mãe que sofre de leucemia
ITINERANTE
Carreta da Justiça finaliza atendimentos em Corguinho e segue para Rochedo
Adolescente é apreendido com R$ 3 mil e 44 porções de pasta-base
IMUNIZAÇÃO
Assomasul discute com a SES compra de vacinas e eventuais medidas restritivas
MATO GROSSO
Homem é preso por abandonar esposa paraplégica sem comida
DOCENTE
Concurso da UFGD convoca para prova didática e heteroidentificação
TRÂNSITO
Médico é preso depois de bater veículo em ônibus no centro da Capital
FUTEBOL
Corinthians tem 19 casos positivos de Covid-19; oito são jogadores

Mais Lidas

ACIDENTE
Veículo pega fogo ao colidir em coqueiro entre Dourados e Itaporã
PRÓXIMO AO TRANSBORDO
Nova 'cracolândia': comerciantes relatam medo e ameaças no centro de Dourados
DOURADOS
Jovem colide moto e embriagado tenta fugir do hospital, mas é detido
DOURADOS 
Preso após agredir esposa, homem é investigado por engravidar a própria filha adolescente