Menu
Busca sexta, 03 de dezembro de 2021
Dourados
36°max
21°min
Campo Grande
32°max
20°min
Três Lagoas
35°max
22°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Delcídio homenageia o jornalista Roberto Marinho

03 setembro 2003 - 17h11

Falando em nome do PT na sessão especial realizada ontem no Senado Federal em homenagem ao jornalista  Roberto Marinho, recentemente falecido, o senador Delcídio Amaral  ressaltou o lado empreendedor daquele que foi, sem dúvida, o mais expressivo nome da mídia brasileira nos últimos anos.Delcídio lembrou que a melhor manchete publicada nos funerais do jornalista foi exatamente a do seu jornal, O Globo: “Um homem que apostou no Brasil”.  O senador do PT lembrou momentos cruciais da vida de  Roberto Marinho ( herdou O Globo do seu pai aos 21 anos de idade) , e suas características de ousadia e visão empresarial ao lançar-se no mercado televisivo quando já passara dos 60 anos.Ressaltando a determinação incansável e o sucesso que marcaram a vida de Roberto Marinho, Delcídio disse que sua maior característica como jornalistas foi a de ter sido um homem de opinião. O que não impediu de evoluir, passando de ferrenho anticomunista e conservador em política a uma visão pragmática e objetiva da realidade brasileira.   O senador comentou ainda o relacionamento estreito entre  Roberto Marinho e o poder, mencionando frases antólógicas do empresário. Como a resposta aos militares de plantão que tentavam pressionar a demissão de funcionários das organizações Globo: “Os  senhores cuidem dos seus comunistas que eu cuido dos nossos”.                 Para Delcídio, o fator decisivo na criação do “mito”    Roberto Marinho foi sua extraordinária capacidade  de responder rapidamente aos desafios que o poder lhe colocava.           Delcídio Amaral recordou a frase de Marinho onde ele diz que “não é verdade que eu exerça poder político hegemônico e menos anda que o faça em caráter pessoal.  E Roberto Marinho acrescentou: “A orientação que imprimo aos veículos que me cabe dirigir visa estritamente a defesa do que julgo serem os reais interesses do país e dos caminhos a serem trilhados para que se possa alcançar o bem estar do povo” .A essa declaração de Marinho, Delcídio acrescentou outra onde ele fala sobre o poder da imprensa: “Utilizando-se dele, pode-se talvez vencer, mas não convencer porque o convencimento exige o diálogo, a consulta à opinião da coletividade”.    

Deixe seu Comentário

Leia Também

Operação conjunta apreende quase meia tonelada de maconha na BR-267
NOVA ALVORADA DO SUL
Operação conjunta apreende quase meia tonelada de maconha na BR-267
BUSCAS POR BIMOTOR
Marinha localiza objeto de tripulante do avião desaparecido em Ubatuba
CAPITAL
Após bebedeira, homem é encontrado morto no quintal de residência
BRASIL
Promulgação da PEC dos Precatórios deverá ser fatiada, diz Arthur Lira
MARACAJU
Motociclista quase tem pé decepado após colisão contra veículo
SELEÇÃO
Publicada convocação de candidato em processo seletivo da Sedhast
Casal é denunciado suspeito de maltratar e manter filha em cárcere privado
UEMS
Inscrições para submissão em seleção de bolsa de extensão são prorrogadas 
JARDIM
Traficante foge e abandona veículo abarrotado de maconha na BR-060
JUDICIÁRIO
Nomeação de André Mendonça para o STF é publicada no Diário Oficial

Mais Lidas

DOURADOS
Presos em entreposto no Parque Alvorada usavam loja de celular como fachada para tráfico
CRIME
Operação contra o tráfico em Dourados levou 23 para delegacia e fechou "shopping" da droga
ECONOMIA
Governo acaba com tarifa mínima e reduz cobrança de água para consumidores da Sanesul
ENTREPOSTO
Cocaína apreendida no Parque Alvorada é avaliada em R$ 1 milhão