Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Delcídio é o relator da MP que regulariza o setor elétrico

27 janeiro 2004 - 18h08

O senador Delcídio do Amaral (PT/MS) foi escolhido pelo Governo para ser o relator, no Senado, da Medida Provisória 144, que cria as regras de comercialização do novo modelo do setor elétrico brasileiro. A votação na Câmara deve acontecer nesta quarta-feira. Se for aprovada, a matéria será encaminhada diretamente para apreciação no Senado. Delcidio disse que a tendência é votar rapidamente a MP 144, para não trancar a pauta do Senado.O governo quer derrubar as Ações Diretas de Inconstitucionalidade encaminhadas pelo PSDB e o PFL ao Supremo Tribunal Federal.O parlamentar sul-mato-grossense acredita que vários senadores vão apresentar emendas, embora alguns tenham enviados sugestões ao texto enquanto ele tramita na Câmara dos Deputados.Delcídio foi escolhido relator da MP 144 por sua experiência com energia, tanto no setor público quanto na iniciativa privada, e pela boa interlocução que mantém com o governo e os diversos partidos da situação e de oposição. Antes de eleger senador, Delcídio exerceu diversos cargos relacionados à área, entre eles o de gerente de operações da Usina Hidrelétrica de Tucuruí, diretor da Eletrosul, secretário-Executivo e depois Ministro das Minas e Energia, Presidente do Conselho de Administração da Companhia Vale do Rio Doce (a maior mineradora do país) e Diretor de Gás e Energia da Petrobrás. No setor privado, trabalhou na General Eletric, na Themag, empresa responsável pelos projetos da Usina de Paulo Afonso IV e do Pólo Petroquímico de Camaçari, e foi também diretor da Billinton , do Grupo Shell. A Ministra das Minas e Energia, Dilma Roussef assegura que a aprovação da MP 144 é fundamental para consolidar o setor elétrico no Brasil. Vários grupos empresariais brasileiros e estrangeiros estão esperando a fixação de regras claras para investir no setor. Dilma acredita que o Congresso vai aprovar a medida até o final da convocação extraordinária, em 14 de fevereiro. "O setor elétrico tem pressa. Precisamos fazer uma licitação ainda este ano para garantir o suprimento de energia do país para 2008" - afirma a ministra. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Contêineres para descarte de resíduos sólidos são instalados em área indígena
DOURADOS
Contêineres para descarte de resíduos sólidos são instalados em área indígena
MUDANÇAS NO CTB
Nova Lei abranda infração para motociclistas sem viseira ou óculos de proteção
Prefeitura dá início a entrega de Kits Alimentação para mais de 8 mil alunos
DOURADOS
Prefeitura dá início a entrega de Kits Alimentação para mais de 8 mil alunos
Dourados estreia com derrota para o  Comercial no hexagonal
FUTEBOL
Dourados estreia com derrota para o Comercial no hexagonal
Resultados de exames para Covid-19 podem ser acessados sem sair de casa em MS
PANDEMIA
Resultados de exames para Covid-19 podem ser acessados sem sair de casa em MS
DOURADOS
Campanha quer arrecadar alimentos entre pessoas vacinadas contra a Covid
CRIME AMBIENTAL
Derrubada ilegal rende multa de R$ 36 mil a fazendeiro
IVINHEMA
Polícia encontra mais de 800kg de maconha em casa alugada para o tráfico
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 2,5 milhões amanhã
JOGOS DE TÓQUIO
Sorteio define grupos das seleções masculina e feminina de futebol na Olimpíada

Mais Lidas

DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro
DOURADOS
Perícia não encontra sinais de violência e morte de mulher pode ter sido por causas naturais
DOURADOS
Mãe de menor que organizou festa clandestina com mais de 40 pessoas é presa
TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados