Menu
Busca quarta, 01 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Delcídio é o relator da MP que regulariza o setor elétrico

27 janeiro 2004 - 18h08

O senador Delcídio do Amaral (PT/MS) foi escolhido pelo Governo para ser o relator, no Senado, da Medida Provisória 144, que cria as regras de comercialização do novo modelo do setor elétrico brasileiro. A votação na Câmara deve acontecer nesta quarta-feira. Se for aprovada, a matéria será encaminhada diretamente para apreciação no Senado. Delcidio disse que a tendência é votar rapidamente a MP 144, para não trancar a pauta do Senado.O governo quer derrubar as Ações Diretas de Inconstitucionalidade encaminhadas pelo PSDB e o PFL ao Supremo Tribunal Federal.O parlamentar sul-mato-grossense acredita que vários senadores vão apresentar emendas, embora alguns tenham enviados sugestões ao texto enquanto ele tramita na Câmara dos Deputados.Delcídio foi escolhido relator da MP 144 por sua experiência com energia, tanto no setor público quanto na iniciativa privada, e pela boa interlocução que mantém com o governo e os diversos partidos da situação e de oposição. Antes de eleger senador, Delcídio exerceu diversos cargos relacionados à área, entre eles o de gerente de operações da Usina Hidrelétrica de Tucuruí, diretor da Eletrosul, secretário-Executivo e depois Ministro das Minas e Energia, Presidente do Conselho de Administração da Companhia Vale do Rio Doce (a maior mineradora do país) e Diretor de Gás e Energia da Petrobrás. No setor privado, trabalhou na General Eletric, na Themag, empresa responsável pelos projetos da Usina de Paulo Afonso IV e do Pólo Petroquímico de Camaçari, e foi também diretor da Billinton , do Grupo Shell. A Ministra das Minas e Energia, Dilma Roussef assegura que a aprovação da MP 144 é fundamental para consolidar o setor elétrico no Brasil. Vários grupos empresariais brasileiros e estrangeiros estão esperando a fixação de regras claras para investir no setor. Dilma acredita que o Congresso vai aprovar a medida até o final da convocação extraordinária, em 14 de fevereiro. "O setor elétrico tem pressa. Precisamos fazer uma licitação ainda este ano para garantir o suprimento de energia do país para 2008" - afirma a ministra. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Dono de apartamento deve indenizar vizinhos em R$ 20 mil por infiltrações
BRASILÂNDIA
Bêbado, homem bate no enteado de seis anos, agride esposa e vai preso
CONCURSO
Ebserh publica edital para contratação de até 6 mil profissionais
SELVÍRIA
Polícia descobre falso site de leilões e recupera R$ 22 mil de golpe
AUXÍLIO
Bolsonaro assina lei que cria ajuda de R$ 600 a informais, mas veta 3 trechos
DISSEMINAÇÃO
Paraguai proíbe viagens de carro pelo país em prevenção ao coronavírus
ECONOMIA
Prazo para entrega da declaração do IR é prorrogado para 30 de junho
COVID-19
Familiares de casal que testou positivo para coronavírus em Dourados são monitorados
DOURADOS
Homem é preso após furtar produtos de supermercado no Flórida
BALANÇO DIVULGADO
Número de casos de covid-19 no Brasil chega a 6.836 e mortes somam 240

Mais Lidas

REGIÃO
Ex-assessor de Mandetta é encontrado morto em apartamento na Capital
COVID-19
Primeiro óbito por coronavírus do Estado é registrado em Dourados
DOURADOS
Homem leva surra de populares e é detido por furtar dois veículos em Dourados
COVID-19
MS tem oito confirmações de coronavírus em 24h e suspeitos chegam a 51