Menu
Busca quarta, 12 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Delcídio diz que pesquisas indicam segundo turno na Capital

22 setembro 2004 - 11h54

Em entrevista concedida nesta quarta-feira ao programa Capital News, da Rádio FM Capital, o senador Delcídio do Amaral (PT/MS) disse  que os resultados das últimas pesquisas de opinião , que mostram a ascensão do candidato do Partido dos Trablhadores, Vander Loubet , e a queda da candidatura do PMDB, indicam que a eleição em Campo Grande  será decidida no segundo turno.- Teremos segundo turno e isso é muito importante para o processo político de Mato Grosso do Sul, porque vamos ter a oportunidade de passar a limpo a cidade e debater, de uma maneira mais incisiva, as questões associadas à realidade da nossa capital. A partir daí será possível optar por lideranças que construam uma  Campo Grande cidadã, fraterna e mais humana - afirmou o senador.Para Delcídio, alguns aspectos do debate eleitoral na capital estão fugindo do  foco. - Não está se  discutindo no processo eleitoral deste ano a candidatura do atual prefeito. Nós temos que olhar  e debater  as candidaturas que estão aí  colocadas pelos diferentes partidos - ponderou. Perguntado sobre a influência dos programas sociais do governo, como o Segurança Alimentar, na decisão de voto dos eleitores, Delcídio lamentou que alguns setores da sociedade ainda encarem esse tipo de ação com o que considerou "um certo ranço".- O Segurança Alimentar, acima de tudo,  é um programa de cidadania. Enfrentar com coragem as diferenças sociais no Brasil é um avanço muito grande em um governo que precisa ter solidariedade com os mais carentes. Mas é evidente que ele tem que ser um programa de transição, para que o governo, tendo os instrumentos necessários, crie o ambiente favorável à geração de empregos. Esse é o desafio. O que mais honra um pai de família é ter seu trabalho, colocar seus filhos na escola, dar uma vida digna a sua mulher, às suas crianças. O Segurança Alimentar se preocupa com a questão da saúde, resgata a cidadania  e prepara o cidadão , para que ele possa ter condições mínimas de disputar uma vaga no mercado de trabalho - opinou o senador.Delcídio disse que, na hora de escolher em quem votar, o cidadão avalia a obra do administrador como um todo.- As pessoas estão acostumadas a debater asfalto e viadutos, mas existem ações sociais que são absolutamente fundamentais para melhorar a vida de uma cidade, de um estado. Os menos favorecidos têm todo o direito de merecer uma atenção especial dos governantes. O Brasil ainda é um país desigual e as desigualdades têm que ser combatidas através de programas que ofereçam instrumentos  para que os mais pobres possam trabalhar  e ser úteis à sociedade onde  vivem - observou.Sobre a sucessão estadual,  Delcídio foi enfático.- Ainda é muito cedo para se debater  esse assunto. Ninguém é capitão hereditário para ser dono se sua candidatura, nem no PT , nem no PMDB, nem nos demais partidos. O processo eleitoral de 2006 passa por inúmeras conversas e obstáculos, sem falar nos resultados das eleições municipais em Campo Grande e no interior do estado, que também terão papel importante na definição dos nomes que vão disputar o governo - frisou. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Desenhista de MS "consagrado" por Silvio Santos terá novo encontro com apresentador
ARTISTA
Desenhista de MS "consagrado" por Silvio Santos terá novo encontro com apresentador
TRÊS LAGOAS
Homem é preso por furtar televisão e notebook de clínica odontológica
Audiência pública vai debater hoje o piso salarial de enfermeiros
POLÍTICA
Audiência pública vai debater hoje o piso salarial de enfermeiros
AJUDA
Caixa libera saques do auxílio para novo grupo; veja quem recebe
UFGD
Pesquisador descobre novas espécies de peixes na bacia do Taquari
SENADO
CPI ouve hoje Wajngarten sobre 'incompetência' do Ministério da Saúde
SOLIDARIEDADE
Doações para campanha 'Aqueça Uma Vida' podem ser feitas até dia 18
COXIM
Corpo encontrado em lagoa fica sobre "reboque" até chegada da polícia
TEMPO
Quarta-feira nublada com possibilidade de chuva em Dourados
RECURSO PRIVILEGIADO
Ação contra exclusão de multas no Detran prende um com CNHs falsas

Mais Lidas

PANDEMIA
Levado pela Covid-19, "João da União" deixa legado para família e em Dourados
INDÁPOLIS
'Frio' e com roupa ainda suja de sangue, assassino de tio não mostrou arrependimento ao ser preso
DOURADOS
Homem morre no HV após acidente com condutor que empinava moto
PANDEMIA
Novo decreto mantém toque de recolher às 21h e autoriza abertura de cinema em Dourados