Menu
Busca terça, 13 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Delcídio diz que não há como abafar nada na CPI

01 julho 2005 - 15h51

O presidente da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) mista dos Correios, senador Delcídio Amaral (PT-MS), avaliou nesta sexta-feira, durante entrevista coletiva à imprensa, que "não há como abafar nada" na CPI. Para o senador, chamar a comissão de "chapa branca" é "démodé".Apesar da expectativa do Congresso entrar em recesso já a partir da quarta-feira, Delcídio confirmou que está mantida a agenda da CPI para a próxima semana e informou que, na segunda-feira, haverá uma reunião sobre os próximos passos da comissão. Delcídio confirmou ainda que está mantido, para quarta-feira, o depoimento do publicitário Marcos Valério de Souza, acusado por Roberto Jefferson (PTB-RJ) de ser o operador financeiro do esquema do "mensalão". Após o depoimento de Valério, será ouvida a sua ex-secretária Fernanda Karina Somaggio, que já depôs tanto na Corregedoria, como no Conselho de Ética da Câmara. O presidente da CPI ressaltou que a presença de Marcos Valério na Comissão nada tem a ver com o esquema do "mensalão", mas sim com o envolvimento do publicitário com os contratos de prestação de serviços de publicidade para os Correios. Segundo o senador, não há previsão de novos depoimentos ou possíveis acareações. Ontem, a CPI ouviu por mais de nove horas o depoimento de Roberto Jefferson, acusado de cobrar mesada em nome do seu partido, das pessoas indicadas pelo PTB para cargos de confiança nos Correios. Nesta semana também foram ouvidos os empresários responsáveis pelas gravações que flagraram o ex-chefe do Departamento de Contratação e Administração de Material dos Correios Maurício Marinho aceitando R$ 3 mil. Na fita, Marinho alega ser ligado à cúpula petebista. Foram ouvidos ainda três ex-diretores da estatal. Delcídio informou que a CPI deverá agora analisar as notas taquigráficas, as gravações e os documentos recebidos para decidir que caminho as investigações deverá seguir."Vamos trabalhar com isenção, bom senso e equilíbrio. Estamos seguindo o encaminhamento natural de investigação, ouvindo pessoas que tenham envolvimento direto com os Correios. Se começarmos a dar tiro para todo lado, acabamos não investigando absolutamente nada." 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BASQUETE
Seleção feminina é vetada no Sul-Americano devido à covid-19
Proprietário de chácara é autuado e multado em R$ 5 mil por crime ambiental
AQUIDAUANA
Proprietário de chácara é autuado e multado em R$ 5 mil por crime ambiental
ASSEMBLEIA DE MS
Deputados aprovam autorização de venda de arma a policial aposentado
MATO GROSSO DO SUL
Municípios tem até amanhã para entregarem documentação do ICMS Ecológico
PM prende jovem por tentativa de homicídio e cumpre mandado conta homem que estava no local
CASSILÂNDIA
PM prende jovem por tentativa de homicídio e cumpre mandado conta homem que estava no local
OPERAÇÃO
Em operação conjunta, Polícia Civil recupera 10 motocicletas e prende suspeitos
PANDEMIA
Anvisa tem 30 dias para decidir sobre importação de Sputnik V
MEDIDA
Prefeitura suspende serviços de limpeza urbana em Dourados após decisão do TCE
POLÍCIA
PM prende dois homens após furto em comércio
BRASIL
Câmara: relator apresenta nova proposta para Código de Processo Penal

Mais Lidas

ITAPORÃ
Jovem morta com tiros de escopeta tinha passagem por tráfico de drogas
IZIDRO PEDROSO
Estado doará terrenos e busca parceria para construir casas populares em Dourados
DOURADOS
Homem foi baleado com cinco tiros no Parque do Lago II
DOURADOS
Homem sofre tentativa de homicídio na região do Parque do Lago II