Menu
Busca sábado, 23 de outubro de 2021
(67) 99257-3397

Delcídio abre diálogo entre Receita e exportadores de Corumbá

28 março 2008 - 06h35

O senador Delcídio Amaral (PT-MS), acompanhado do assessor técnico, Ângelo Rabelo, realizou na noite desta quinta-feira reunião do vereador de Corumbá, Marcos de Souza Martins, do Gerente da Transportadora Sicall, Paulo Farias, do Presidente da Associação Corumbaense de Comércio Exterior - Acomex, Jorge Torres, do Diretor da Transnet Logística de Transporte, Carlos Marques, do Gerente da Transnet Logística de Transporte, Manoel Garcia e do Diretor da Transportadora Santa Cruz Coligados, Alexandre Otsuso, com o Secretário-Geral da Receita Federal, Jorge Rachid, para solicitar medidas que viabilizem o transporte de produtos destinados à exportação na fronteira de Corumbá com a Bolívia.
Há cerca de três meses, a Receita Federal vem exigindo o cumprimento de uma Lei criada em 1997, que determina que os  produtos destinados à exportação sejam armazenados num único depósito alfandegado da permissionária AGESA, impedindo o armazenamento nas próprias transportadoras.
Hoje, transportadores exportadores, indústrias e caminhoneiros  estão com suas logísticas de trabalho comprometidas, uma vez que a AGESA não dispõe de espaço físico suficiente para atender a demanda, que se multiplica a cada dia.
A situação é insustentável, pois não há opção de armazenamento. A operação das transportadoras está paralizada, os prazos não estão sendo cumpridos, as indústrias estão abarrotadas de mercadorias, os caminhoneiros encontram-se retidos em filas quilométricas inviabilizando o transporte rodoviário.
As diárias acumuladas cobradas das transportadoras pelos caminhoneiros encarece as exportações brasileiras e inviabiliza os custos de transporte. Por outro lado, os transportadores, fiéis depositários, não conseguem descarregar suas mercadorias na AGESA por falta de espaço físico.
Segundo o vereador Marcos de Souza Martins, Corumbá está numa encruzilhada considerando o iminente fechamento dos depósitos das transportadoras e a inevitável demissão de funcionários.
Para os transportadores, a soma desses fatores representa prejuízos financeiros incalculáveis com a perda de crédito do país no comércio exterior, especialmente na fronteira de Corumbá com a Bolívia.
“Por esse motivo, procuramos o senador Delcídio Amaral que abriu para nós o diálogo com a Receita Federal. Ciente da situação, o secretário Jorge Rachid considerou pertinentes as nossas reivindicações e se comprometeu, juntamente com Delcídio, a encontrar uma solução que atenda as nossas reivindicações, até a próxima semana”, informou o vereador.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Os ganhos e as perdas do avanço tecnológico
ARTIGO
Os ganhos e as perdas do avanço tecnológico
Sanesul alerta para possível falta de água em bairros
DOURADOS
Sanesul alerta para possível falta de água em bairros
Trabalho remoto foi mais recorrente para quem tinha curso superior
PANDEMIA
Trabalho remoto foi mais recorrente para quem tinha curso superior
Rebeca é 1ª brasileira com ouro e prata em um só Mundial de Ginástica
ESPORTE
Rebeca é 1ª brasileira com ouro e prata em um só Mundial de Ginástica
União deve fornecer medicamento à portadora de doença no sistema sanguíneo
BRASIL
União deve fornecer medicamento à portadora de doença no sistema sanguíneo
DOURADOS
Cemitérios municipais só podem receber limpezas particulares até a véspera de Finados
SUÇUARANA
Pesquisadores confirmam presença de onça parda na zona oeste do Rio
CAPITAL
Horta social custeada pelo TJMS venderá sua produção para grande rede varejista
MS
Justiça Federal autoriza afastamento e pagamento de salário-maternidade a gestantes na pandemia
DOURADOS
Prefeito anuncia equipes de prontidão após alerta de tempestade

Mais Lidas

TRÁFICO
Mortos em queda de helicóptero com cocaína na fronteira são identificados
PRESIDENTE VARGAS
Escola dispensa alunos em Dourados após mensagens de ameaças
DOURADOS
Print tirado de conversa entre alunos resultou em mal-entendido e levou pânico a escola
DOURADOS
Homem é removido de grupo de whats e procura a delegacia