Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Deixar de fumar pode aumentar risco de diabetes, diz estudo

07 janeiro 2010 - 08h02

Um estudo norte-americano sugere que deixar de fumar pode aumentar os riscos de desenvolver a diabetes do tipo 2 em até 70%, já que os ex-fumantes tendem a ganhar peso.

Os pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade Johns Hopkins, no Estado de Maryland, monitoraram 10.892 adultos de meia-idade durante 17 anos.

Segundo os resultados, publicados na revista científica Annals of Internal Medicine, nos seis primeiros anos após abandonar o cigarro, o ex-fumante corre 70% mais riscos de sofrer da doença em comparação com pessoas que nunca fumaram.

Mas ainda de acordo com os especialistas, o risco de desenvolver a diabetes do tipo 2 é mais alto nos três primeiros anos após a suspensão do cigarro.

A média anual de participantes que deixaram de fumar e começaram a sofrer de diabetes nesse período de 36 meses foi de 1,8%.

Também nesse intervalo de três anos, os ex-fumantes engordaram em média 3,8 kg.

De maneira geral, os que fumaram mais, e os que engordaram mais após parar de fumar, foram os que apresentaram os mais altos riscos.

Dez anos após abandonar o cigarro, os riscos de desenvolvimento da diabetes do tipo 2 voltaram à média normal para os ex-fumantes.

Os que não deixaram de fumar apresentaram um aumento constante de 30% nos riscos de desenvolver a doença em comparação com não fumantes.

'Desculpa'
Os autores do estudo enfatizam que os resultados não devem ser usados como desculpa para que o fumante não abandone o cigarro, uma vez que quem fuma corre mais riscos de desenvolver uma série de doenças, inclusive diabetes.

Para os especialistas, o estudo mostra apenas a importância do controle do peso quando a pessoa abandona o cigarro.

"Se você fuma, desista de fumar. É a melhor coisa a fazer", disse uma das pesquisadoras envolvidas no estudo, Jessica Yeh. "Mas as pessoas também têm de prestar atenção ao seu peso".

Açúcar
A diabetes do tipo 2 ocorre quando o corpo não consegue produzir insulina suficiente ou não pode utilizá-la de maneira apropriada, o que resulta em um descontrole nos índices de açúcar no sangue.

Se não for tratada, ela pode levar a complicações sérias, como cegueira, falência dos rins e danos no sistema nervoso.

A obesidade é um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento da diabetes.

Os pesquisadores recomendam que médicos tenham em mente a importância do controle do peso em pacientes que planejam abandonar o cigarro.

Ex-fumantes tendem a engordar porque o cigarro inibe o apetite.

"Os pesquisadores estão certos de que fumantes devem abandonar o cigarro, mas se você fuma muito ou se já está acima do seu peso, talvez seja melhor aumentar os exercícios quando você parar", disse Martin Dockrell, representante da entidade britânica contra o fumo Ash.

Natasha Marsland, da ONG Diabetes UK, destacou que os resultados não devem ser usados como desculpa para desistir de fumar.

"Os benefícios de deixar de fumar para a saúde são muito maiores do que o risco de desenvolver diabetes do tipo 2 quando o ganho de peso é modesto e de curto prazo", disse.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
No dia que MS passa de mil casos, 35 cidades ainda se mantêm “livres” do Coronavírus
DOURADOS
Homem cai em golpe após vizinho oferecer ajuda para cadastro de auxílio emergencial
EDUCAÇÃO
Sisu oferecerá bolsas de estudo para alunos do ensino a distância
DOURADOS
Após penhora de celular, polícia fecha "boca" na Vila Industrial
VICENTINA
Homem é multado em mais de R$ 70 mil após desmatamento em área de Mata Atlântica
JUSTIÇA
Responsáveis por mortes de búfalos devem ressarcir prejuizos em 75%
POLÍTICA
Após pedido de vistas, votação sobre obrigatoriedade do uso de máscaras volta a pauta hoje
COTAÇÃO
Dólar tem forte queda e fecha a R$ 5,45
ABACAXI ATÔMICO
Apreensão de maconha em carga de frutas terminou com cinco presos
CONSUMO
Dia dos Namorados deve movimentar quase R$ 11 milhões em Dourados

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Homem morre atropelado por rolo compactador
PANDEMIA
Dourados ultrapassa marca de 100 casos confirmados de coronavírus
MARACAJU
Homem morre após tentativa de fuga e troca de tiros com a polícia
MS-145
Motorista disse não ter visto momento que atropelou e matou ciclista