Menu
Busca quarta, 05 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Defesa Civil cria comissão para mapear áreas de risco

08 fevereiro 2011 - 15h16

A Defesa Civil e a Prefeitura de Dourados criaram segunda-feira uma Comissão Permanente de Estudo e Levantamento de Áreas de Risco. A comissão deve apresentar para a Coordenadoria da Defesa Civil Estadual, em 60 dias, um mapeamento das áreas que apresentam vulnerabilidade e colocam em risco a segurança da população.

“Não estamos imunes a catástrofes. Hoje já não temos mais quatro estações definidas e não há como prever alguns acontecimentos porque o clima anda muito instável. Por isso vamos trabalhar a prevenção”, comentou o coordenador da Defesa Civil do Município, João Vicente Chencarek.

Com este levantamento, determinado pela lei federal nº 12.340, será possível monitorar os danos provocados por desastres naturais e socorrer as famílias que moram nestas áreas. A criação da comissão será publicada no Diário Oficial do Município.

“Nossa função é proteger a vida de todas as famílias que moram em locais comprometidos. Este monitoramento nos ajuda a agir antes que desastres naturais aconteçam. Com o estudo pronto, facilita receber verba federal ou estadual para socorrer a comunidade em situações de emergência”, explicou o técnico operacional da Defesa Civil Ademir Martins.

Em Dourados, os principais problemas enfrentados pela população é alagamento, vendaval, chuva de granizo e estiagem. Locais que mais sofrem com alagamentos são o Rego D’Água, Água Boa e Jardim Caiman e algumas outras regiões com problemas de drenagem da água da chuva.

“Ocorrências como deslizamento de terra não acontecem aqui, mas, por exemplo, os moradores do fundo de vale, sempre sofrem com os alagamentos, sobretudo neste período de chuvas. O levantamento é positivo por isso, pois permite a elaboração de projetos preventivos”, explicou Ademir.

Para compor a comissão foram escolhidos técnicos das Secretarias Municipais de Obras, Planejamento, Assistência Social, Serviços Urbanos, além da Guarda Municipal e Procuradoria do Município.

“A prefeitura está dando o apoio fundamental para o desenvolvimento dos trabalhos da Defesa Civil no município. A comissão foi composta por servidores efetivos e que darão o respaldo técnico para o trabalho de monitoramento das áreas de risco”, afirmou o secretário de Governo, Maurício Rasslan.

O presidente da comissão é o coordenador da Defesa Civil Municipal, João Vicente Chencarek, o vice-presidente é José Roberto Cattanio, da Secretaria de Planejamento, e a secretária é Adriana Narciso Simão, da Guarda Municipal.

Os outros membros são Albino João Zanolla do Departamento de Habitação, Evelyn Fernandes Barbosa de Oliveira da Secretaria de Obras, Regina Helena Vargas Valente de Alencar da Secretaria de Assistência Social, Lourdes Peres Benadeuce da Procuradoria e Ana Rose Vieira da Secretaria de Serviços Urbanos.

Recomendações

O coordenador afirmou que algumas atitudes preventivas podem ser tomadas para diminuir o risco de acidentes, como verificar a estrutura das casas, desobstruir calhas, verificar se o telhamento está correto, evitar acúmulo de lixo no quintal e evitar também jogar lixo em bueiros. Ao construir um imóvel é importante ainda observar o nível da construção em relação à rua como forma de impedir alagamentos.

Em dias de chuva, João Vicente recomenda à população que desconecte aparelhos eletrônicos das tomadas. Se houver alagamento, o morador deve retirar da casa apenas objetos pequenos e essenciais, priorizando a segurança. Não deixar crianças sozinhas em casa, evitar abrigos embaixo de estruturas metálicas frágeis ou sob as árvores por atraírem raios também são cuidados importantes.

Em caso de chuva com trovões, permanecer com os vidros do veículo fechados para que o raio não seja conduzido para dentro dele. Em caso de acidente, a população pode ligar para a Defesa Civil no número 199.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ambiental apreende armadilha de caça de animais silvestres de grande porte 
NAVIRAÍ
Ambiental apreende armadilha de caça de animais silvestres de grande porte 
BRASIL
Bolsonaro veta prorrogação para entrega de declaração do Imposto de Renda
Dupla é presa arremessando vodca, uísque e carne para dentro de presídio
Trabalhadores da educação, transporte e limpeza com 55 anos já podem se vacinar
IMUNIZAÇÃO
Trabalhadores da educação, transporte e limpeza com 55 anos já podem se vacinar
CAPITAL
Técnica em enfermagem denuncia colega por falsificar declaração de vacina
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil registra mais 2.791 mortes por Covid; média móvel aponta estabilidade
PONTA PORÃ
PMR recupera caminhonete roubada e apreende arma de fogo
SENADO
CPI da Covid convoca Ernesto Araújo, Wajngarten e representantes de vacinas
CAPITAL
Professor é preso acusado de estuprar cinco alunas em lar beneficente
REGIÃO
Abertas inscrições para seleção de estagiários de Direito em Bela Vista

Mais Lidas

INVESTIGAÇÃO
Homem é preso suspeito de estuprar quatro sobrinhas em Dourados
DOURADOS
Fumaça em estrada causa colisão entre caminhões e leva transtorno a moradores; vídeo
PANDEMIA
Decreto reduz toque de recolher em Dourados na semana do Dia das Mães
REGIÃO
Mãe e filha são executadas em locais diferentes na fronteira