Menu
Busca terça, 20 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Curso de Letras da UFMS realiza Seminário em Três Lagoas

02 setembro 2005 - 13h06

O III Seminário de Estudos da Linguagem: Alteridades e Fronteiras, ocorrido nos dias 29 e 30 de agosto de 2005, constituiu importante intercâmbio científico, tendo em vista a amplitude dos trabalhos apresentados, por meio de grandes nomes da Lingüística e da Literatura, do circuito nacional e internacional, e do trabalho e empenho de docentes e discentes da graduação em Letras e do Programa de Mestrado em Letras, do campus de Três Lagoas.As conferências de abertura, ministradas pela Profa. Dra. Maria Cecília Camargo Magalhães da PUC-SP e pela Profa. Dra. Maria Cecília Mollica da UFRJ, trouxeram produtivas discussões em torno da pesquisa sociolingüística e da formação contínua de professores de letras no Brasil, mostrando as fronteiras e as alteridades existentes entre linguagem e sociedade.Os oito mini-cursos oferecidos, intitulados "Sociolingüística: a fala e a escrita", "Fronteiras da Crônica", "Recortes em identidades: projetos de pesquisa em análise do discurso", "De Poe a Vilela: teoria e prática do conto", "Gênero e cultura", "A categoria tempo na teoria de Gerárd Genette", "Tendências críticas contemporâneas", "Subjetividade e representação: uma visão argumentativa e dialogal", promoveram oficinas de leitura, escrita, pesquisa, entre outras, que objetivaram ampliar as perspectivas de trabalhos a serem produzidos na área.Nas duas conferências de encerramento, ministradas pela Profa. Dra. Ana Maria Domingues da UNESP de Assis e pela Profa. Dra. Ana Paula Loureiro de Oliveira, da Universidade de Coimbra, Portugal, houve apresentações de trabalhos ligados à história, discurso e gênero, em que foram articuladas discussões sobre alteridade e a figura feminina na literatura brasileira, e sobre aspectos lingüísticos do discurso do escritor português Eça de Queiroz.O evento do Programa de Mestrado em Letras da UFMS trouxe ainda lançamento de livros, em que os autores puderam conceder autógrafos, proporcionando um ambiente de confraternização e de cultura à noite. Eis o rol das obras que foram lançadas: Um olhar interdisciplinar na investigação sobre a linguagem, organizado por Vânia Maria Lescano Guerra. Ensaios farpados: arte e cultura no pantanal e no cerrado, organizado por Paulo Nolasco dos Santos, I. Russef & M. Marinho Em diálogo: estudos literários e estudos lingüísticos Organizado por Antonio Rodrigues Belon e Sheila Dias Maciel. A poética do recorte Maria Adélia Menegazzo. A melancolia do vulcão, Edgar Cezar Nolasco dos Santos. Para traduzir o século XIX: Machado de Assis Eliane Fernanda Cunha Ferreira. Pesquisa interdisciplinar: um processo em construção, Lucrécia Stringhetta Mello Lima Barreto: imagem e linguagem, Zélia Nolasco-Freire. Transcriações: teoria e prática Tânia Carvalhal, Lúcia Sá Rebello e Eliana Fernanda Cunha Ferreira. Revista Papéis Letras (periódico do curso de Letras da UFMS).  

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA SEM CONTROLE
Brasil registra mais 3.481 mortes por Covid em 24 horas e passa de 378 mil
Defron prende três e apreende mais de 60 quilos de maconha 
POLÍCIA
Defron prende três e apreende mais de 60 quilos de maconha 
EDUCAÇÃO
Inscrições abertas para a I Semana de Internacionalização UEMS
DOIS IRMÃOS DO BURITI
Suspeito de matar irmão com tiro de espingarda se apresenta à polícia
Homem é preso acusado de cultivar 'maconha gourmet' em contêiner
CAMPO GRANDE
Homem é preso acusado de cultivar 'maconha gourmet' em contêiner
PANDEMIA
Fila continua e 12 pessoas aguardam leitos de UTI Covid em Dourados
ACIDENTE
Queda de jatinho no aeroporto da Pampulha mata piloto e fere dois
FRONTEIRA
Câmeras de segurança flagram atentado a casa de vereador; veja vídeo
CAMPO GRANDE
Polícia Civil apreende armas de fogo que seriam negociadas
BR-060
Homem é preso tentando levar quase 250kg de maconha até Goiás

Mais Lidas

ASSALTO
Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
LOTERIAS
Mega-Sena premia uma aposta com R$ 40 milhões e 11 douradenses acertam a Quadra
DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro