Menu
Busca domingo, 16 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Curitiba: São Paulo perde e se afasta da liderança

15 agosto 2004 - 19h19

Atlético-PR e São Paulo fizeram um bom jogo na noite deste domingo, na Arena da Baixada, em Curitiba. Distante apenas três pontos do São Paulo na tabela de classificação, e invicto em seus domínios há sete rodadas, o Furacão fez valer o fator campo e conquistou importante vitória: 1 a 0. O gol da vitória foi marcado pelo veloz Dagoberto, após lindo lance em cima do estreante zagueiro Alex. De nada adiantou o melhor volume de jogo dos paulistas no início do jogo. As ações desordenadas e a ausência de seus dois principais atacantes (Luís Fabiano, machucado, e Grafite, suspenso), pesaram bastante, principalmente porque Tardelli não conseguiu se achar em campo. O Furacão, por sua vez, fez uso da velocidade como principal arma, e, comandado pelo meia Jádson e pelo atacante Dagoberto, chegou ao resultado que coloca a equipe entre os ponteiros da competição, com os mesmos 41 pontos de São Paulo, Ponte Preta e Juventude. Na próxima quarta-feira, o Atlético-PR vai a Florianópolis para encarar o Figueirense, que vem de duas derrotas seguidas, enquanto o São Paulo recebe o Criciúma no Morumbi, quinta-feira, contando com a volta do oportunista Grafite ao ataque. O jogo:Invicto há sete jogos em seu estádio, o Atlético-PR, ao contrário do que se imaginava, não começou partindo para cima do Tricolor, e chegou a sofrer alguns lances de perigo, principalmente quando Cicinho se aventurava a descer para o ataque. Foi assim, aos sete minutos, que o lateral deu dois cortes sensacionais em Ivan e cruzou na medida para Tardelli, mas o atacante não conseguiu alcançar a bola e perdeu excelente oportunidade para marcar. O time da casa chegou pela primeira vez ao ataque com o rápido Dagoberto, que se livrou de Lugano e foi derrubado na entrada da área. Quando a torcida esperava a cobrança de Jádson, o meia apenas rolou para Washington, que acertou a barreira e não levou perigo a Rogério Ceni. Insistindo no jogo aéreo, o Furacão passou a exercer uma leve pressão sobre o setor defensivo do time paulista, mas acabou chegando à abertura do placar através da velocidade de Dagoberto. O atacante recebeu livre pela esquerda, se livrou como quis de Alex e fuzilou Rogério Ceni: 1 a 0. Em vantagem no placar, o Atlético-PR teve outras duas excelentes oportunidades para ampliar ainda no primeiro tempo. Na primeira, Dagoberto aproveitou cochilo de Rogério Ceni e só não marcou o gol graças ao zagueiro Rodrigo. Na seqüência, Marcão encheu o pé em cobrança de falta e o goleirão são-paulino cedeu escanteio. Ofensivo: Cuca mudou o esquema na segunda etapa para buscar o empate, sacando Alex para a entrada do veloz Vélber. O São Paulo melhorou o poderio ofensivo apenas na teoria, pois teve dificuldades para sair da marcação parananense. De quebra, ficou ainda mais exposto aos contra-ataques do Furacão, que quase marcou o segundo com Jádson, aos 11 minutos, encobrindo Rogério Ceni e acertando a rede, por cima do gol tricolor. Cansado da inoperância de Diego Tardelli, que nada fez em campo, Cuca colocou o jovem Aílton para atuar ao lado de Jean e Vélber no ataque. Enquanto isso, o time de Levir Culpi continuava criando e desperdiçando chances de matar o jogo, com bolas cruzando a área de Rogério Ceni sem parar. A última tentativa do técnico do São Paulo para chegar ao empate foi a troca de Fábio Santos por Souza, deslocando Jean para a ala esquerda. Logo após a substituição, Washington marcou o segundo gol do Furacão, mas o árbitro anulou corretamente, alegando impedimento do atacante paranaense. Cuca também não contava com a expulsão de Rodrigo, que levou o segundo amarelo e teve de deixar o campo.De nada adiantaram as alterações são-paulinas e o esforço de Cuca. Com um jogador a mais, o time paranaense passou a tocar a bola, explorar os contra-ataques (chegou a acertar uma bola na trave aos 48 minutos) e esperar o tempo passar para comemorar a conquista de três importantes pontos, que mantém o Furacão vivo na briga pelo segundo título brasileiro de sua história.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Atirador faz 'tocaia' e mata a tiros rapaz que saía de bar em assentamento
POLÍCIA
Atirador faz 'tocaia' e mata a tiros rapaz que saía de bar em assentamento
BRASIL
Menina registrada pelo pai com nome de anticoncepcional usado pela mãe poderá mudar de nome
Veículo carregado com duas mil doses de vacina da gripe se envolve em batida
BR-163
Veículo carregado com duas mil doses de vacina da gripe se envolve em batida
POLÍCIA
Bebê de um ano e avó ficam reféns de sequestradores por seis horas
EDUCAÇÃO
Curso gratuito de desenvolvimento de aplicativos tem 40 vagas para jovens de sete municípios
JUSTIÇA
Retomada de implantação de sistema de apoio ao consumidor começa nesta segunda-feira
ESTADO
Por intermédio da Agepen, primeira certidão de nascimento digital de preso indígena é emitida
COVID-19
Botucatu inicia neste domingo vacinação em massa da população adulta
REGIÃO
Homem é encontrado morto com sinais de atropelamento
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
TRÁFICO DE DROGAS
Chefe do 'Comando Vermelho' e foragido há seis meses é preso em Dourados
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
CAPITAL
Jovem sai para comprar narguilé e morre após colidir moto contra poste