terça, 23 de abril de 2024
Dourados
32ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Crescimento industrial de MS em 2003 supera últimos 4 anos

24 setembro 2003 - 11h37

De janeiro a setembro deste ano foram protocolados junto ao CDI (Conselho de Desenvolvimento Industrial) mais de 200 pedidos de incentivos fiscais para abertura de novas indústrias ou reativação, ampliação e modernização de negócios já em operação. O número é superior ao registrado nos últimos quatro anos (1999-2002), que foi de 177 solicitações de incentivos, segundo informou o secretário de Estado de Produção e Turismo José Felício, em audiência ontem à tarde com o governador Zeca do PT.O balanço final do CDI sai no dia 1º de outubro, tendo em vista que o prazo para protocolar pedidos de incentivos fiscais vence no fim deste mês. Mas com base nos projetos já aprovados e em tramitação a conclusão é de que 2004 será um ano de muita prosperidade para o Estado. Cerca de 50 mil novos postos de trabalhos serão criados com a vinda dessas empresas e a previsão de investimento direto supera R$ 4 bilhões. Os dados refletem a política de incentivos fiscais do governo do Estado para a atração de novos negócios e projetam uma aceleração no desenvolvimento econômico de Mato Grosso do Sul, cujo índice tem sido bem superior à média nacional nos últimos anos e deve continuar aumentando, prevê o secretário. Dados do Ministério da Fazenda estimam que o PIB (Produto Interno Bruto) dos Estados da região Centro-Oeste terão crescimento de 12% em 2003, enquanto o país deve amargar índice de apenas 1%. O agronegócio é o setor da indústria que mais cresce em Mato Grosso do Sul, embalado pelo aumento das safras dos últimos anos e projeção de novo recorde para 2004. É também a atividade de maior impacto social. Até ontem já haviam sido protocolados 68 projetos de novos investimentos no CDI, que devem gerar quase 40 mil empregos diretos.Em seguida vem a indústria de transformação com 24 projetos e metalurgia com 13. Percebe-se ainda que a concentração de tantos investimentos está atraindo atividades até então alheias ao perfil da economia sul-matogrossense. O CDI registrou nesse mês projetos de instalação de duas indústrias de produtos eletro-eletrônicos, uma de fabricação de equipamentos para informática, duas do ramo óptico e uma fábrica de vidros. "Estamos rompendo o binômio soja-boi, ao mesmo tempo em que nos firmamos como grande produtor de grãos e carne no país e no mundo", comentou o governador Zeca do PT. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Colheita de soja atinge 86,8% no país; milho chega a 56,7%, diz Conab
SAFRA 2023/24

Colheita de soja atinge 86,8% no país; milho chega a 56,7%, diz Conab

PROJETO DE LEI

Redução de IR para motoristas de táxi e aplicativos é aprovada pela Comissão

Cerca de 7,5 milhões de passageiros voaram pelo país em março, segundo a Anac
MOVIMENTAÇÃO AÉREA

Cerca de 7,5 milhões de passageiros voaram pelo país em março, segundo a Anac

Receita Federal abre consulta a novo lote residual do Imposto de Renda
ECONOMIA

Receita Federal abre consulta a novo lote residual do Imposto de Renda

MEDIDA

CAE aprova tarifa social de água e esgoto para famílias de baixa renda

BENEFÍCIO

Pagamento da 2ª parcela do Pé-de-Meia começa em 25/4

DOURADOS

Programa Fila Zero faz um ano com 721 cirurgias de catarata realizadas

SAÚDE

Rede hospitalar da Cassems realiza primeiro encontro de Integração Médica em Dourados

POLÍCIA

Homem é preso por tentativa de homicídio em Campo Grande

INFRAESTRUTURA

Governo licita mais de R$ 21,8 milhões para obras em vias urbanas e rodovias de MS

Mais Lidas

DOURADOS

Concurso "Miss e Mister Indígena" acontece no próximo sábado na Jaguapiru

TRÁFICO

Dois são presos saindo de Dourados com drogas que seriam entregues no Sul do país

FUTEBOL

Sem o título, Dourados perde ainda duas vagas para competições nacionais

PORTARIA

Policial preso acusado por violência doméstica em MS é demitido da PRF