Menu
Busca sexta, 16 de abril de 2021
(67) 99257-3397

CPI dos Correios vai contratar auditoria para cruzar dados

15 setembro 2005 - 15h01

O presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Correios, senador Delcídio Amaral (PT-MS), disse que pretende contratar uma empresa de auditoria para ajudar a cruzar dados de documentos, em especial as quebras de sigilo do empresário Marcos Valério de Souza e de dez fundos de pensão, informa a Agência Brasil.Delcídio afirmou que amanhã entregará o pedido ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). A idéia é contratar a empresa até a próxima semana. "Provavelmente será uma empresa de renome internacional para trazer experiência nesses procedimentos", disse. Segundo Delcídio, serão consultados orçamentos de três ou quatro empresas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia civil realiza incineração de droga avaliada em mais de R$ 300 mil
MS
Polícia civil realiza incineração de droga avaliada em mais de R$ 300 mil
JARDIM
Ao limpar arma, jovem atira no próprio pé e, por não ter autorização para posse irá para delegacia
SES lança serviço de consulta a resultados de exames da Covid-19 no site
MS
SES lança serviço de consulta a resultados de exames da Covid-19 no site
Veículos com 450 pacotes de cigarros contrabandeados são apreendidos
MS-164
Veículos com 450 pacotes de cigarros contrabandeados são apreendidos
Lulalá
ARTIGO
Lulalá
DOURADOS
Motociclista é preso após passar 'fumando um baseado' ao lado de viatura
REGIÃO
Homem morre após ser atropelado por moto em Vicentina
DOURADOS
Condenado por tráfico e demitido, guarda é classificado como excepcional
REGIÃO
Homem morre no Hospital da Vida duas semanas após acidente de moto
BENEFÍCIO
Governo regulamenta Mais Social e organiza pagamentos a partir de maio

Mais Lidas

DOURADOS
Veículo usado para transportar corpo de colombiano passará por perícia
CRIME AMBIENTAL
Goiano preso com minhocas terá que pagar multa de quase meio milhão de reais
AMEAÇA DE EXTINÇÃO
Após passar por MS, homem é preso com mudas raras que seriam vendidas na Bolívia
DOURADOS
Funsaud oficializa saída de diretor médico da UPA após denúncia de escala sem plantonista