Menu
Busca segunda, 17 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Corinthians: Parceria dependerá de Roque Citadini

18 agosto 2004 - 18h35

Depois de passar mais de uma semana na Europa, a alta cúpula da diretoria corintiana, formada pelo presidente Alberto Dualib, sua sobrinha Carla, responsável pelo marketing do clube, e os vices Andres Sanchez e Nesi Curi, desembarca nesta quinta-feira em São Paulo, trazendo novidades sobre a propalada parceria do Timão com investidores estrangeiros. As informações veiculadas no Brasil pelo jornal Lance! afirmam que o iraniano Kia Joorabchian será o responsável pelo grupo que irá investir no Timão, e que um dos itens da parceria prevê um valor mensal superior a US$ 200 mil (pouco mais de R$ 600 mil) para o futebol do clube e a busca por reforços renomados para o time. Os detalhes do contrato permanecem obscuros e só serão esclarecidos em uma reunião com o Conselho Deliberativo do clube, que Alberto Dualib deverá marcar assim que voltar ao Brasil. Os dirigentes que ficaram no Brasil, Antonio Roque Citadini e Paulo Angioni, não foram encontrados para comentar a veracidade das notícias veiculadas no jornal. Em contrapartida, um conselheiro ligado diretamente ao presidente Alberto Dualib conversou com a reportagem da Gazeta Esportiva.Net e revelou detalhes não abordados pela reportagem do jornal. “A parceria realmente está chegando, mas só será efetivada se passar pela aprovação do conselho. E o Conselho está do lado do Citadini”, explicou. Para resumir a história, o barulho todo que está sendo gerado pode não dar em nada. Basta o vice de futebol não se convencer da idoneidade do futuro parceiro alvinegro e vetar a assinatura do contrato. Citadini justamente preferiu não acompanhar a comitiva para não se envolver nas negociações sem antes conhecer direito o histórico dos investidores. Sabe-se que grande parte do Conselho alvinegro está do lado de Citadini. Em sua festa de aniversário, segunda-feira passada, nomes importantes politicamente no clube, como Tuffy, Waldemar Pires, Wadih Hellu e os irmãos Ferrari puderam ser vistos expressando seu apoio ao vice de futebol. O resumo da história é o seguinte: Se Roque Citadini não aprovar, a parceria não sai. E não será surpresa se o atual vice de futebol passar a ser a maior oposição ao presidente Alberto Dualib dentro do próprio Corinthians. O mandato do presidente termina em meados de 2005 e Roque Citadini, nessa situação, poderia aparecer como forte candidato a sua sucessão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Startup da Inova Unigran é vice-campeã do Techstars Startup Weekend Sustentabilidade
EDUCAÇÃO
Startup da Inova Unigran é vice-campeã do Techstars Startup Weekend Sustentabilidade
Escrituras do programa de regularização fundiária são entregues em Dourados
HABITAÇÃO
Escrituras do programa de regularização fundiária são entregues em Dourados
Equipamentos são entregues para desafogar fila de espera por UTI Covid em Dourados
PANDEMIA
Equipamentos são entregues para desafogar fila de espera por UTI Covid em Dourados
Homem é multado em R$ 15 mil por incêndio e desmatamento de área de Mata Atlântica
DOURADINA
Homem é multado em R$ 15 mil por incêndio e desmatamento de área de Mata Atlântica
Emenda de Barbosinha aperfeiçoa funcionalidade do Cartório Virtual em MS
LEGISLATIVO
Emenda de Barbosinha aperfeiçoa funcionalidade do Cartório Virtual em MS
ROTA BIOCEÂNICA
Itaipu Binacional garante licitação da ponte internacional em julho
TRÁFICO DE DROGAS
PM apreende 250 kg de maconha abandonada em rodovia
PANDEMIA
Covid-19: governo espera antecipar entrega de vacinas já contratadas
TRÊS LAGOAS
Adolescente é apreendido por tráfico de drogas
DOURADOS
Comércio é furtado no centro de Dourados

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS