Menu
Busca terça, 18 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Corinthians joga 'tudo' nesta noite pela Libertadores

26 janeiro 2011 - 17h28

O Corinthians inicia nesta quarta contra o Deportes Tolima, às 22 horas, no Pacaembu, a caminhada para sua 8.ª participação na Taça Libertadores, sem o clima de 'obsessão' provocado em 2010 pelo centenário do clube.

O excesso de otimismo e a badalação do ano passado deram lugar à desconfiança após a queda precoce na última edição do torneio, além da perda do título brasileiro passado na reta final e a obrigação de jogar a pré-Libertadores.

Dessas decepções, porém, pode ressurgir um Corinthians mais forte. Aprender com os erros e usar o entrosamento da boa base formada pelo clube são as principais apostas da equipe de Tite para manter vivo o sonho de, enfim, vencer a competição continental. O time que entra em campo nesta quarta à noite, no jogo de ida contra os colombianos, é praticamente o mesmo que caiu diante do Flamengo nas oitavas de final no ano passado - saíram apenas o goleiro Felipe, o zagueiro William e o volante Elias.

Com a pré-Libertadores, o Corinthians já tem pela frente um mata-mata para garantir a vaga na fase de grupos. Para Tite, a eliminação do ano passado, depois de ótima campanha na primeira fase, serviu como experiência. "Quando se passa por uma experiência, você sente. O grupo passou, sentiu, e vai entrar mais consciente", afirma ele, que disputará o torneio pela sexta vez - duas como jogador e quatro como técnico. "Essa equipe já disputou Libertadores também, vai construir (o resultado) de forma equilibrada."

Contra o Tolima, Tite quer usar a força do Pacaembu, mas não espera garantir a vaga já no primeiro jogo. "Temos de tirar alguma vantagem. Se vencer não tomando gol, melhor". Na Libertadores de 2010, o Corinthians venceu os quatro jogos que disputou no estádio, mas em apenas um deles não sofreu gol. Em todos, a vitória foi por apenas um de diferença. "Vamos tomar bastante cuidado atrás, mas temos de nos impor dentro de casa", afirma Dentinho.

Apreensão. O início de temporada serviu para deixar a torcida corintiana ainda mais apreensiva. Tite optou por usar os titulares nas três partidas pelo Estadual, mas a evolução pretendida pelo técnico não ficou evidente. Fora os 20 minutos iniciais da estreia contra a Portuguesa, quando fez os gols da vitória (2 a 0) com futebol de encher os olhos, a equipe não empolgou.

Nos empates com Bragantino e Noroeste (ambos por 1 a 1), viu-se um conjunto deficiente na armação e inseguro na defesa. "Temos de saber trabalhar com a dúvida que o torcedor teve depois destes resultados", admite Tite.

O técnico afirma que a atuação sonolenta contra o Noroeste, diante da torcida, foi em decorrência da pouca motivação antes do jogo importante contra o Tolima. Hoje, ele espera que o time não tome o caminho contrário e esbarre na ansiedade. "Sabia que o jogo com o Noroeste estaria num nível abaixo de concentração. Amanhã (hoje), sei que pode estar acelerado demais, de tentar vencer de qualquer forma. De qualquer forma, não se constrói nada", afirmou.

Mudança. A ausência mais sentida em relação ao time de 2010 é a de Elias, que tinha boa chegada ao ataque. Jucilei tem tentado, sem sucesso, desempenhar o papel. Por isso, após as poucas jogadas ofensivas no jogo com o Noroeste, Tite quer atuação mais próxima de Bruno César, Jorge Henrique e Dentinho, encarregados da criação. "Pedi para eles jogarem mais perto, não tão abertos como fizeram. Essa é a correção tática que o jogo nos mostrou", afirmou o treinador.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CHAPADÃO DO SUL
Motorista tem perna esquerda estilhaçada em explosão de compressor de ar
IstoÉ
Michelle Bolsonaro perde processo e terá de pagar indenização de R$ 15 mil
CAPITAL
Preso, rapaz diz que espancou idoso por ele 'mexer' com sobrinho de 1 ano
UEMS
Mestrado em Educação Científica e Matemática prorroga inscrições até junho
CORUMBÁ
Após assaltar papelaria, ladrão tenta fugir para mata e invade residência
SAÚDE
Diretora do Conselho de Farmácia alerta para uso irracional de medicamentos
Polícia do Paraguai apreende cocaína escondida em chifre ornamental
GOVERNO BOLSONARO
Ocupação irregular na Amazônia cresceu 56% em dois anos, diz instituto
ANTÔNIO JOÃO
Homem é preso por tentar matar adolescente de 17 anos a tiros
REGIÃO
Inscrições para processo seletivo de estágio em Angélica são prorrogadas

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS