Menu
Busca quarta, 28 de julho de 2021
(67) 99257-3397

Corinthians exclui a MSI em orçamento para 2005

18 dezembro 2004 - 12h25

Os conselheiros corintianos aprovaram nesta semana um orçamento para 2005 que não corresponde à nova realidade do clube. O documento ignora o dinheiro da parceira MSI no futebol.O relatório, apresentado na última segunda, só menciona a empresa de Kia Joorabchian na parte em que detalha as receitas da área social no próximo ano. Registra a entrada de R$ 7,2 milhões como "remessa da parceira". Esse valor será dado pelo grupo do iraniano em parcelas de R$ 600 mil.Os US$ 15 milhões para contratações e os US$ 20 milhões para o pagamento de dívidas, previstos no contrato de parceria, simplesmente não aparecem no orçamento, assinado pelo presidente Alberto Dualib e seu vice de finanças, Carlos Roberto de Mello.A previsão orçamentária ignora também que as receitas obtidas com transmissão de jogos pela TV, patrocínios, uso da marca do clube e renda dos jogos ficarão nas mãos da parceira.Os conselheiros ouviram que o departamento de futebol irá gerar R$ 43,05 milhões. Na verdade, essa quantia pertencerá à MSI.A previsão de gasto com a folha de pagamento da equipe é de R$ 27 milhões no ano. Mensalmente, o gasto será de R$ 2,25 milhões. A equipe atual custa R$ 1,8 milhão.O aumento é pequeno considerando-se os astros que a MSI promete trazer. Só o argentino Tevez ganhará US$ 2 milhões por ano mais R$ 110 mil mensais.Toda a folha de pagamento ficará sob a responsabilidade da parceira, mas isso também não é esclarecido na previsão.Curiosamente, o documento mostra que o futebol irá arrecadar o mesmo valor que gastará em 2005. Não sobrará nada.Na prática, a diretoria nem precisava da aprovação dos conselheiros em relação ao orçamento do futebol. Pelo contrato, ele é de responsabilidade da MSI.Na área social, a previsão é de que sobrará R$ 1,6 milhão nos cofres. Esse departamento é responsabilizado pelos dirigentes ligados ao futebol pela maior parte das dívidas corintianas.A Folha telefonou na sexta-feira para o vice de finanças corintiano, mas ele se recupera de cirurgia e não pôde dar entrevista.Dualib atendeu ao telefonema da reportagem e disse que estava guiando e não poderia falar. Ele não tem o hábito de dirigir. Em seguida, afirmou não saber o motivo de a previsão do futebol omitir a MSI."Só quem pode explicar isso é o Mello. Como ele operou a boca, ninguém pode falar." 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Veículo carregando com 200 quilos de maconha é apreendido na BR-267
Veículo carregando com 200 quilos de maconha é apreendido na BR-267
JUDICIÁRIO
Gilmar Mendes manda PGR se manifestar sobre investigação de Braga Netto
Jovem é agredida por tio após ele encontrar teste de gravidez no banheiro
Atleta de MS, Leonardo de Deus termina final dos 200m borboleta longe do pódio
JOGOS DE TÓQUIO
Atleta de MS, Leonardo de Deus termina final dos 200m borboleta longe do pódio
Frio: prefeitura cria força-tarefa para atender pessoas em situação de rua
DOURADOS
Frio: prefeitura cria força-tarefa para atender pessoas em situação de rua
Brasileiro acusado de feminicídio é deportado do Paraguai
EDUCAÇÃO
IFMS abre matrículas da 2ª chamada para cursos de qualificação profissional
MEIO AMBIENTE
PMA resgata filhote de veado em quintal de residência em Guia Lopes
CREDENCIAMENTO
Escolagov divulga pontuação de candidatos em processo seletivo
FRONTEIRA
Polícia prende acusado de tentativa de estupro contra estudantes de medicina

Mais Lidas

ESTRELA PORÃ
Homem que atropelou e matou adolescente de 13 anos é preso em Dourados
DOURADOS
Acidente no Centro deixa motociclista com fratura na perna e motorista foge
DOURADOS
Preso, jovem afirma ter bebido e que fugiu por medo de linchamento
DOURADOS
Drogas e submetralhadora são apreendidos no Idelfonso Pedroso