Menu
Busca sexta, 03 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Contra o Fla, Ponte Preta luta para não voltar à Série B

07 dezembro 2003 - 11h42

A Ponte Preta terá neste domingo, às 15 horas, a missão de exorcizar a maldição de nunca ter vencido no Maracanã para acabar com o jejum de dois meses sem vitória e não reeditar os erros de 16 anos atrás, quando caiu em desgraça e acabou na Série B.Os caça-fantasmas ponte-pretanos precisam vencer suas duas últimas partidas --na última rodada enfrenta o Fortaleza, no Moisés Lucarelli--, além de torcer por uma combinação de resultados de seus concorrentes diretos ao descenso para permanecer na elite do futebol nacional.Além da lanterna Ponte Preta, mais seis equipes estão na briga para não cair: Bahia (23º), Grêmio (22º), Fortaleza (21º), Paysandu (20º), Fluminense (19º) e Juventude (18º).Entretanto, o time pode antecipar sua queda para a segundona. Para isso, ele precisa perder para a equipe carioca amanhã. O Bahia e o Grêmio precisam vencer seus confrontos, e o Fortaleza e o Paysandu precisam empatar. Isso porque seus rivais chegariam a 49 pontos.A Ponte, mesmo igualando o número de pontos de seus concorrentes, ainda assim permaneceria com menor número de vitórias em relação a eles. A Ponte possui 46 pontos --mesmo número de pontos dos baianos e dos gaúchos-- e apenas dez vitórias contra 12 do Bahia, Grêmio e Fortaleza e 15 do Paysandu."Está difícil, mas não impossível. O time está motivado. Os jogadores vão dar o máximo para sair de campo com a vitória", disse o técnico Abel Braga.Contudo, além da maldição de nunca ter vencido no Maracanã, a Ponte Preta terá de superar o retrospecto negativo que coloca a equipe como a pior do returno.Em 21 jogos, o time conseguiu apenas duas vitórias, oito empates, 11 derrotas e fez 14 pontos. "Nunca ganhamos antes no Maracanã. Quem sabe não é agora? Estivemos no Morumbi e vencemos o São Paulo [2 a 1, no primeiro turno]", disse o presidente do clube, Sérgio Carnielli.Para a partida, Abel Braga não vai contar com o zagueiro Gérson, suspenso após o terceiro amarelo na derrota para o São Paulo, em casa. Ewerton será o substituto. O meia Ronildo, com dores na coxa direita, foi vetado e será substituído por Rafael Ueta. Outro que pode ficar de fora é o meia Piá, contundido. Ele fará um teste momentos antes da partida. Caso não jogue, Adrianinho entrará em seu lugar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Délia segue ideia de Bolsonaro e convoca população a jejuar e orar contra o coronavírus
TRIBUTO
Detran-MS altera calendário de licenciamento de 2020
DOURADOS
Com 1º caso completando uma semana, Comitê ainda não faz projeção de infectados pelo coronavírus
VOTAÇÃO ELETRÔNICA
MPE define lista tríplice para o cargo de procurador-geral nesta sexta-feira
CUIDADOS
MP Eleitoral fiscaliza uso abusivo de ações contra covid-19 nas eleições municipais no Estado
IMUNIZAÇÃO
Ministério da Saúde altera os grupos alvos nas fases de vacinação contra a Influenza
REPATRIADOS
Vindos da Bolívia, 150 brasileiros começam a chegar em Corumbá
GESTÃO DO COVID-19
Bolsonaro é aprovado por 33% e Ministério da Saúde por 76%, diz Datafolha
NAVIRAÍ
Ação conjunta entre PM e PF tem 2 mil pacotes de cigarros apreendidos
TRÂNSITO
Detran-MS explica sobre emplacamento em tempo de coronavírus

Mais Lidas

NOVA ANDRADINA
Hospital confirma três profissionais com coronavírus em unidade que atendeu idosa
CRIME AMBIENTAL
Pescador é flagrado com barco, motor de popa e petrecho de pesca
COVID-19
Familiares de casal que testou positivo para coronavírus em Dourados são monitorados
BOLETIM DA SES
Dourados registra mais um caso de coronavírus e MS tem 51 confirmações