Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
(67) 99257-3397

Consórcio da Juventude oferece mil vagas a jovens de baixa renda

08 abril 2008 - 16h57

Depois de percorrer as principais escolas da rede pública de Dourados as inscrições ao programa de estímulo ao primeiro emprego do Ministério do Trabalho concentram-se, a partir desta semana, na antiga escola Adventista de Dourados. No Mato Grosso do Sul o programa de treinamento de jovens de baixa renda é coordenado pela Fundação Biótica. A meta inicial é capacitar 500 alunos, dobrando este número no segundo semestre, sendo que até novembro cerca de mil jovens com idade entre 16 e 24 anos já estarão aptos a entrar para o mercado de trabalho.
O programa Nacional de Estímulo do Primeiro Emprego é um compromisso do Governo Federal para o combate à pobreza e exclusão social. Em Mato Grosso do Sul, onde vai começar a ser desenvolvido a partir de Dourados, o programa tem o sugestivo nome de “Meu amanhã-Consórcio Social da Juventude”, e vai oferecer bolsa cidadania para possibilitar a permanência dos jovens carentes no curso, desde que se dediquem a trabalhos voluntários sociais.
Na primeira etapa do programa o jovem passará por um processo de 200 horas de qualificação básica, com aulas de português, matemática, inclusão digital, valores humanos, ética e cidadania, educação ambiental, saúde, qualidade de vida, promoção da igualdade racial e equidade de gênero. Na segunda etapa, mais 200 horas de qualificação com capacitação nas oficinas-escolas.
Podem se inscrever jovens carentes entre 16 e 24 anos, sem registro de carteira de trabalho, que estejam estudando no Ensino Fundamental, no Ensino Médio ou na Educação de Jovens e Adultos (EJA) ou, ainda, que tenha concluído o Ensino Médio e cuja renda per capita da família não ultrapasse um salário mínimo e meio.
O programa vai funcionar no Centro da Juventude (antiga escola Adventista), na rua Onofre Pereira de Matos, 970.
Fundação Biótica
A Fundação Biótica, entidade âncora do Consórcio da Juventude em Mato Grosso do Sul, é uma ONG que há dez anos tem dedicado seu trabalho à educação, pois entende que através da capacitação e qualificação será possível uma intervenção coerente dos humanos no meio ambiente, com ações planejadas, inter-relacionadas e complementares, visando à melhoria da qualidade de vida e do seu meio. Até o momento, mais de 3.000 pessoas participaram dos cursos de capacitação pela Fundação, onde foi dada uma atenção especial às comunidades indígenas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Veículo danificado em rodovia é apreendido com mais de meia tonelada de drogas
MARACAJU
Veículo danificado em rodovia é apreendido com mais de meia tonelada de drogas
"Veículos MS" é caderno exclusivo do Dourados News para empresários conquistarem o público
VEÍCULOS MS
"Veículos MS" é caderno exclusivo do Dourados News para empresários conquistarem o público
Falta de material e custos impactam a indústria da construção
ECONOMIA
Falta de material e custos impactam a indústria da construção
Média móvel de casos Covid apresenta nova queda em Dourados
PANDEMIA
Média móvel de casos Covid apresenta nova queda em Dourados
Aprenda esse delicioso bolo de chocolate sem farinha
COMER BEM
Aprenda esse delicioso bolo de chocolate sem farinha
BONITO
Pescador é preso e autuado em R$ 2,3 mil por pesca predatória
BRASIL
Em meio à leitura de pareceres, CPI vota amanhã relatório de Renan
SAÚDE E BEM-ESTAR
Ganhe massa muscular mais rápido: 4 atalhos para a hipertrofia
PANDEMIA
Dourados confirma mais três óbitos de moradores da região
DOURADOS
Funcionária da UPA é agredida por homem que tentava entrar em área restrita

Mais Lidas

CÁRCERE PRIVADO
Tentativa de sequestro a criança termina com jovem preso em Dourados
CLIMA
Vendaval atinge Dourados e deixa rastro de destruição
ACIDENTE
Morto em acidente na BR-163 voltava de festa em Caarapó
DOURADOS
Vento supera 40 quilômetros por hora e grande perigo de tempestade inicia de tarde