Menu
Busca sexta, 10 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Conselho de Medicina estabelece normas para lipoaspiração

14 janeiro 2004 - 10h18

A busca pelo corpo perfeito levou em 2003 cerca de 200 mil brasileiros para a mesa de cirurgia. Desse total, cerca de 80 mil pessoas se submeteram ao processo de lipoaspiração. A cada ano, a procura por esse tipo de cirurgia cresce 20%. Acompanhando esse ritmo, o Conselho Federal de Medicina registrou um aumento significativo no número de denúncias de erros médicos. Em 2000, foram cinco denúncias, já em 2002 esse número passou para 38. Preocupado com o crescimento das falhas médicas, o Conselho Federal de Medicina (CFM) publicou uma resolução que estabelece medidas de segurança mais rígidas para as cirurgias de lipoaspiração. De acordo com o presidente da Câmara Técnica sobre Produtos e Técnicas em Procedimentos Estéticos, Antônio Pinheiro, a resolução especifica os cuidados com o local que deve ser realizada a cirurgia, cuidados com os pré-operatórios e com os pré-requisitos que o médico deve ter para realizar a lipoaspiração. Segundo a norma, o médico deve ter no mínimo dois anos de experiência em cirurgia geral e realizar um curso de especialização. Ainda segundo a norma, a cirurgia de lipoaspiração não deve ser indicada para emagrecimento. Nesses casos, explicou Pinheiro, o paciente deve realizar um tratamento para emagrecer e após a tratamento, se preciso, será feita a lipoaspiração. "A lipoaspiração definitivamente não é um método de emagrecimento", explicou. Antes de se submeter à cirurgia, o paciente deve certificar se o médico realizou um treinamento específico para realizar a lipoaspiração. Segundo Pinheiro, as pessoas devem desconfiar de médicos que proponham "soluções mágicas" para emagrecimento. "O médico que promete resultado, este o paciente deve ficar precavido. O que ele tem que fazer é explicar os limites da ciência. Isso pode ser feito conversando francamente em uma linguagem acessível ao paciente", alertou. Em casos de denúncias ou dúvidas sobre os procedimentos clínicos, os pacientes devem procurar os Conselhos Regionais de Medicina.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Mulher foi atacada com facão pelo filho sem motivo após ele beber
AGLOMERAÇÃO
Bolsonaro abraça pessoas e posa para fotos em padaria de Brasília
CAMPO GRANDE
Condenado a 13 anos, homem é preso sete anos depois do crime
UFGD
Inscrições para contratação de professor visitante vão até o dia 17
RIBAS DO RIO PARDO
Caseiro atira contra ‘invasores’ e descobre que eram parentes do patrão
SOLIDARIEDADE
Campanha do Agasalho Abevê espere arrecadar 38 mil peças de roupa
DOURADOS
Inova Unigran desenvolve protótipos de protetores faciais para doação
ESTALIONATO
Produtor rural perde cerca de R$ 123 mil em golpe de venda de gado
RURAL
MS deve registrar safra de 11 milhões de toneladas, maios da história
TRÊS LAGOAS
Motorista é preso após digirir bêbado por mais de 30 quilômetros

Mais Lidas

COVID-19
Dourados confirma mais um caso de coronavírus e Estado chega a 89
COVID-19
Dos casos de coronavírus em Dourados, três estão curados e um internado
DOURADOS
Mulher morta em acidente cursava pedagogia e terá corpo levado a Naviraí
DOURADOS
Dupla é presa acusada de tentativa de homicídio e fazer criança como escudo