quinta, 25 de abril de 2024
Dourados
22ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Conselho da UFMS vai discutir a criação da UFGD

18 setembro 2003 - 11h59

Os membros do Conselho Universitário da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) vão se reunir na próxima segunda-feira, dia 22 de setembro, às 9 horas, no Teatro de Bolso, em Campo Grande, para discutir e aprovar a criação da Universidade Federal da Grande Dourados. A convocação do COUN, em caráter extraordinário, está sendo feita pelo reitor Manoel Peró a pedido do Senador Delcídio do Amaral (PT/MS), que desenvolve esforços junto ao Ministério da Educação para atender a uma antiga reivindicação da comunidade douradense e dos municípios da região sul do estado.-Os resultados da reunião da próxima segunda-feira na UFMS são importantes para que possamos concluir a elaboração do projeto-de-lei a ser enviado ao Congresso Nacional ainda este ano propondo a criação da Universidade Federal da Grande Dourados. É preciso definir como vai ficar o quadro funcional, a distribuição dos cursos, a questão do patrimônio , entre outros assuntos, para que possamos prever  e incluir no Orçamento Geral da União os recursos necessários à instalação e ao funcionamento da UFGD - afirmou o senador.  Recentemente, Delcídio e Peró foram recebidos  em Brasília pelo ministro Christovam Buarque, que garantiu apoio à proposta e sugeriu uma nova resolução da UFMS nesse sentido.De acordo com o reitor, já existe uma resolução  do Conselho Universitário, de 1988, que, entretanto, precisa ser reformulada, em função das várias mudanças introduzidas no estatuto da instituição ao longo do últimos anos . O campus da UFMS em Dourados conta com 176 professores. Desse total, 97 pertencem ao quadro efetivo, 64 são contratados e outros 15 voluntários. A instituição oferece um total de 25 cursos de graduação, freqüentados atualmente por 2.685 alunos. O reitor Manoel Peró e o senador Delcídio do Amaral defendem a criação da UFGD como forma de estimular o desenvolvimento da região sul do estado. - A Grande Dourados é um dos maiores pólos de produção agropecuária do estado. Além disso, a Petrobras desenvolve estudos  para passar por ali mais um ramal do gasoduto Bolívia-Brasil, que certamente vai dar um novo fôlego ao processo de industrialização da região.Com base nessas riquezas, a nova universidade certamente  servirá como um grande centro produtor de  pesquisas que vão beneficiar a indústria e  o agronegócio  , isso sem falar na geração de empregos, com a ampliação do número de vagas que atrairão  jovens do Cone Sul, da fronteira com o Paraguai, do interior de São Paulo e do Paraná, e consolidarão Dourados como um grande centro universitário - previu Peró. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

MATO GROSSO DO SUL

Agraer vai comprar de 60 mil mudas de erva-mate para distribuir a pequenos produtores

CLIMA

Quinta-feira tem previsão de sol e tempo seco em grande parte do Estado

Após alta na carne bovina, Dourados inicia a quinta com preços fixos no agro
COTAÇÃO

Após alta na carne bovina, Dourados inicia a quinta com preços fixos no agro

ECONOMIA

Regulamentação da reforma tributária prevê alíquota média de 26,5%

POLÍTICA

Sessão do Congresso Nacional sobre vetos presidenciais é adiada

ECONOMIA

Vacina tetravalente contra a gripe do Butantan terá verbas do BNDES

SAÚDE

Unidade Móvel do Hospital de Amor está em Coronel Sapucaia nesta semana

PESQUISA

A cada 8 minutos, uma mulher é vítima de estupro no país

CÂMARA DE DOURADOS

Marcio Pudim pede obras de asfalto, tubulação e quebra-molas em distritos

COMUNICAÇÃO

EBC passará a ter Comitê Editorial e de Programação

Mais Lidas

COLISÃO

Mãe e criança morrem após colisão de caminhonete e carro na BR-163

SENAR

Do Japão para Mato Grosso do Sul: filha assume legado do pai e se tornou pecuarista

DOURADOS

Concurso "Miss e Mister Indígena" acontece no próximo sábado na Jaguapiru

DOURADOS 

Jovem é encontrado morto no Parque Antenor Martins