Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Conseleite divulga tabelas com valores de referência do leite

18 fevereiro 2011 - 11h20

O Conseleite/MS (Conselho Paritário entre Produtores e Indústrias de Leite de Mato Grosso do Sul) já divulgou a primeira tabela com os valores de referência para o leite produzido no Estado no mês de janeiro e a previsão para o mês de fevereiro. Para o mês em curso, os valores para o litro do leite, considerando a qualidade e a quantidade do produto, são de R$ 0,5441 (abaixo do padrão), R$ 0,5713 (padrão) e R$ 0,6284 (acima do padrão) para produção de até 100 litros por dia, enquanto para produção acima de mil litros por dia os preços são de R$ 0,6284 (abaixo do padrão), R$ 0,6570 (padrão) e R$ 0,7141 (acima do padrão).

“Essa tabela permite uma transparência maior a toda a cadeia produtiva, evitando conflito entre os elos”, analisou a presidente do Silems (Sindicato das Indústrias de Laticínios de Mato Grosso do Sul), Milene de Oliveira Nantes, lembrando que, geralmente, os laticínios recolhem o leite em um determinado mês e fazem o pagamento no mês subseqüente. “Por isso, o Conseleite vai divulgar duas tabelas, a do mês anterior fechada e a previsão do mês em curso, assim, tanto a indústria, quanto o produtor rural podem se programar”, disse, informando que a tabela referência está disponível no site do Silems (www.silems.com.br) e no da Famasul (www.famasul.com.br).

O presidente do Conseleite, Edgar Pereira, destacou que até o dia 20 de cada vez uma nova tabela será divulgada pela entidade. “A previsão do mês em curso é baseada nos dez primeiros dias e o produto sem aproveitamento não é contemplado pela tabela”, disse, lembrando que a estruturação do conselho utiliza a expertise da UFPR (Universidade Federal do Paraná), que desenvolveu a metodologia para implantação da entidade no Paraná. “A UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) também está envolvida no trabalho, além do Silems e da Famasul”, reforçou.

Edgar Pereira completa ainda que a tabela não visa estabelecer o preço do produto, pois, cada indústria tem o seu mix, sendo apenas uma referência para os dois elos da cadeia produtiva do leite. Além disso, afirma, os custos de fabricação e comercialização dos derivados foram calculados com base em levantamento censitário realizado pela instituição de pesquisa conveniada junto a todas as empresas participantes, que foi submetido à avaliação e aprovação da Camatec e do Conselho. “Esses custos foram determinados para 11 derivados lácteos após ponderação e pelo volume produzido e comercializado dos diversos tipos de embalagens. O levantamento dos dados considerou um período de 12 meses e foi o mesmo do custo agrícola”, acrescentou.

Milene Nantes destaca que esse trabalho, com certeza, vai dar mais visibilidade para a indústria de Mato Grosso do Sul. “Todos poderão ter visão de mercado e visualizar melhor como ele está caminhando”, declarou, pontuando que a participação do Silems no Conselho é fundamental. “Sem o Silems a proposta seria inviabilizada. Vimos que as indústrias se animaram em participar e conseguimos com os produtores instituir o Conselho, que fornecerá referência confiável para uma negociação justa”, ressaltou, informando que atualmente o Estado produz cerca de 1,3 milhão de litros de leite por dia, alcançando expressivos 500 milhões de litros por ano e cerca de 30% dessa produção é enviada para fora do Estado in natura, enquanto os outros 70% são processados pelas 85 indústrias lácteas que produzem um mix de 20 produtos.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foragido por aplicar golpe de R$ 30 mil em SP é detido no MS
REGIÃO
Foragido por aplicar golpe de R$ 30 mil em SP é detido no MS
Petrobras bate recorde de vendas de diesel S-10
ECONOMIA
Petrobras bate recorde de vendas de diesel S-10
BRASIL
Governo proíbe entrada de estrangeiros em voos provenientes da Índia
Juventude AG enfrenta Umuarama Futsal com obrigação de vitória
COPA DO BRASIL
Juventude AG enfrenta Umuarama Futsal com obrigação de vitória
MS tem quase 1,4 mil novos casos de coronavírus e outras 31 mortes pela doença
PANDEMIA
MS tem quase 1,4 mil novos casos de coronavírus e outras 31 mortes pela doença
CAPITAL
Jovem sai para comprar narguilé e morre após colidir moto contra poste
BRASIL
Terremoto de 4.3 na Escala Richter é registrado no Pará
DOCUMENTAÇÃO
Primeira certidão de nascimento digital de preso indígena é emitida em MS
MEIO AMBIENTE
Seriema é resgatada com a perna quebrada e levada para tratamento
DOURADOS
Após estacionar, mulher tem moto furtada enquanto trabalhava

Mais Lidas

CORONAVÍRUS
Murilo Zauith passa por reabilitação e segue internado em SP
TRÁFICO DE DROGAS
Chefe do 'Comando Vermelho' e foragido há seis meses é preso em Dourados
DOURADOS
Criança encontrada morta apresentou problemas estomacais uma semana antes
CACHOEIRINHA
Polícia fecha ponto de distribuição de drogas e prende abastecedor