Menu
Busca domingo, 09 de agosto de 2020
(67) 99659-5905

Congresso deve votar somente à noite o Orçamento para 2004

23 dezembro 2003 - 15h47

A Comissão Mista de Orçamento retomou às 12h de hoje a sessão, suspensa desde as 10h30, para discussão e votação dos cerca de 1.800 destaques apresentados com o objetivo de alterar a proposta orçamentária apresentada pelo relator do Orçamento, deputado Jorge Bittar (PT-RJ) a partir do projeto de Lei Orçamentária encaminhada, em setembro, pelo Executivo. A previsão do próprio presidente da Comissão, Senador Gilberto Mestrinho (PMDB-AM), é que os trabalhos deverão prosseguir durante toda a tarde. Nesse caso, somente à noite a matéria terá condições de ser discutida e votada pelo plenário do Congresso Nacional, que reúne deputados e senadores em sessão conjunta.A sessão vem demorando porque a oposição procura obstruir os trabalhos de votação dos destaques, fato que vem ocorrendo desde ontem, quando a Comissão Mista de Orçamento teve uma sessão de onze horas somente para discutir e votar o texto-base do parecer de Jorge Bittar, ressalvados os destaques. Concluída a votação às 21h de ontem, a Comissão marcou o reinício de sessão para as 5h desta terça-feira, mas somente por volta das 8h foi possível iniciar a sessão, interrompida, no meio da manhã, a fim de se tentar fechar um acordo entre os líderes partidários.A votação do Plano Plurianual (PPA), relatado pelo senador Roberto Saturnino (PT-RJ), que dependia de votação, ficou para ser decidida somente em janeiro de 2004, por ocasião do período de convocação extraordinária do Congresso Nacional pelo Exexutivo - entre 20 de janeiro a 14 de fevereiro. O entendimento de Roberto Saturnino é que o PPA deveria ter sido votado antes, por ser um documento que estabelece parâmetros orçamentários a serem seguidos no período 2004-2007 o que, no seu entender, incluiu justamente o Orçamento para 2004, mas a falta de acordo das lideranças da base do governo e da oposição não permitiu o encurtamento de prazos que permitiria a votação do PPA ainda neste ano. A autoconvocação do Congresso Nacional, que vem desde o dia 16, termina hoje.      Brasília - A Comissão Mista de Orçamento retomou às 12h de hoje a sessão, suspensa desde as 10h30, para discussão e votação dos cerca de 1.800 destaques apresentados com o objetivo de alterar a proposta orçamentária apresentada pelo relator do Orçamento, deputado Jorge Bittar (PT-RJ) a partir do projeto de Lei Orçamentária encaminhada, em setembro, pelo Executivo. A previsão do próprio presidente da Comissão, Senador Gilberto Mestrinho (PMDB-AM), é que os trabalhos deverão prosseguir durante toda a tarde. Nesse caso, somente à noite a matéria terá condições de ser discutida e votada pelo plenário do Congresso Nacional, que reúne deputados e senadores em sessão conjunta.A sessão vem demorando porque a oposição procura obstruir os trabalhos de votação dos destaques, fato que vem ocorrendo desde ontem, quando a Comissão Mista de Orçamento teve uma sessão de onze horas somente para discutir e votar o texto-base do parecer de Jorge Bittar, ressalvados os destaques. Concluída a votação às 21h de ontem, a Comissão marcou o reinício de sessão para as 5h desta terça-feira, mas somente por volta das 8h foi possível iniciar a sessão, interrompida, no meio da manhã, a fim de se tentar fechar um acordo entre os líderes partidários.A votação do Plano Plurianual (PPA), relatado pelo senador Roberto Saturnino (PT-RJ), que dependia de votação, ficou para ser decidida somente em janeiro de 2004, por ocasião do período de convocação extraordinária do Congresso Nacional pelo Exexutivo - entre 20 de janeiro a 14 de fevereiro. O entendimento de Roberto Saturnino é que o PPA deveria ter sido votado antes, por ser um documento que estabelece parâmetros orçamentários a serem seguidos no período 2004-2007 o que, no seu entender, incluiu justamente o Orçamento para 2004, mas a falta de acordo das lideranças da base do governo e da oposição não permitiu o encurtamento de prazos que permitiria a votação do PPA ainda neste ano. A autoconvocação do Congresso Nacional, que vem desde o dia 16, termina hoje.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPEONATO BRASILEIRO
Santos sai na frente, mas vê Bragantino empatar nos acréscimos
TRÁFICO DE DROGAS
Após perseguição, polícia apreende 300 quilos de maconha
INTERNACIONAL
Polícia entra em confronto com manifestantes em Beirute
CULTURA
Mostra traz 98 filmes de 24 países sobre questões ambientais e sociais
CORONAVÍRUS
Itália tem 463 novos casos de Covid-19 e duas mortes em 24 horas
OPINIÃO
Autossuficiência que almejamos
PANDEMIA
Brasil registra 3 milhões de casos de coronavírus e 101 mil mortes
BRASILEIRÃO
Flamengo é derrotado pelo Atlético-MG com gol contra de Filipe Luís
FUTEBOL
STJD aceita pedido do Goiás e partida contra o São Paulo é adiada
INTERNACIONAL
Doadores prometem ajuda humanitária “importante” ao Líbano

Mais Lidas

DOURADOS
Homicídio ocorreu após madrugada de farra e confusões na Jaguapiru
PANDEMIA
Paciente internado em Dourados morre de coronavírus
DOURADOS
Equipe do Samu se desloca para atender vítima de facadas em bairro
PANDEMIA
Cerca de 90% douradenses diagnosticados com Covid estão recuperados