sábado, 04 de dezembro de 2021
Dourados
35°max
22°min
Campo Grande
32°max
21°min
Três Lagoas
37°max
23°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Congresso deve votar somente à noite o Orçamento para 2004

23 dezembro 2003 - 15h47

A Comissão Mista de Orçamento retomou às 12h de hoje a sessão, suspensa desde as 10h30, para discussão e votação dos cerca de 1.800 destaques apresentados com o objetivo de alterar a proposta orçamentária apresentada pelo relator do Orçamento, deputado Jorge Bittar (PT-RJ) a partir do projeto de Lei Orçamentária encaminhada, em setembro, pelo Executivo. A previsão do próprio presidente da Comissão, Senador Gilberto Mestrinho (PMDB-AM), é que os trabalhos deverão prosseguir durante toda a tarde. Nesse caso, somente à noite a matéria terá condições de ser discutida e votada pelo plenário do Congresso Nacional, que reúne deputados e senadores em sessão conjunta.A sessão vem demorando porque a oposição procura obstruir os trabalhos de votação dos destaques, fato que vem ocorrendo desde ontem, quando a Comissão Mista de Orçamento teve uma sessão de onze horas somente para discutir e votar o texto-base do parecer de Jorge Bittar, ressalvados os destaques. Concluída a votação às 21h de ontem, a Comissão marcou o reinício de sessão para as 5h desta terça-feira, mas somente por volta das 8h foi possível iniciar a sessão, interrompida, no meio da manhã, a fim de se tentar fechar um acordo entre os líderes partidários.A votação do Plano Plurianual (PPA), relatado pelo senador Roberto Saturnino (PT-RJ), que dependia de votação, ficou para ser decidida somente em janeiro de 2004, por ocasião do período de convocação extraordinária do Congresso Nacional pelo Exexutivo - entre 20 de janeiro a 14 de fevereiro. O entendimento de Roberto Saturnino é que o PPA deveria ter sido votado antes, por ser um documento que estabelece parâmetros orçamentários a serem seguidos no período 2004-2007 o que, no seu entender, incluiu justamente o Orçamento para 2004, mas a falta de acordo das lideranças da base do governo e da oposição não permitiu o encurtamento de prazos que permitiria a votação do PPA ainda neste ano. A autoconvocação do Congresso Nacional, que vem desde o dia 16, termina hoje.      Brasília - A Comissão Mista de Orçamento retomou às 12h de hoje a sessão, suspensa desde as 10h30, para discussão e votação dos cerca de 1.800 destaques apresentados com o objetivo de alterar a proposta orçamentária apresentada pelo relator do Orçamento, deputado Jorge Bittar (PT-RJ) a partir do projeto de Lei Orçamentária encaminhada, em setembro, pelo Executivo. A previsão do próprio presidente da Comissão, Senador Gilberto Mestrinho (PMDB-AM), é que os trabalhos deverão prosseguir durante toda a tarde. Nesse caso, somente à noite a matéria terá condições de ser discutida e votada pelo plenário do Congresso Nacional, que reúne deputados e senadores em sessão conjunta.A sessão vem demorando porque a oposição procura obstruir os trabalhos de votação dos destaques, fato que vem ocorrendo desde ontem, quando a Comissão Mista de Orçamento teve uma sessão de onze horas somente para discutir e votar o texto-base do parecer de Jorge Bittar, ressalvados os destaques. Concluída a votação às 21h de ontem, a Comissão marcou o reinício de sessão para as 5h desta terça-feira, mas somente por volta das 8h foi possível iniciar a sessão, interrompida, no meio da manhã, a fim de se tentar fechar um acordo entre os líderes partidários.A votação do Plano Plurianual (PPA), relatado pelo senador Roberto Saturnino (PT-RJ), que dependia de votação, ficou para ser decidida somente em janeiro de 2004, por ocasião do período de convocação extraordinária do Congresso Nacional pelo Exexutivo - entre 20 de janeiro a 14 de fevereiro. O entendimento de Roberto Saturnino é que o PPA deveria ter sido votado antes, por ser um documento que estabelece parâmetros orçamentários a serem seguidos no período 2004-2007 o que, no seu entender, incluiu justamente o Orçamento para 2004, mas a falta de acordo das lideranças da base do governo e da oposição não permitiu o encurtamento de prazos que permitiria a votação do PPA ainda neste ano. A autoconvocação do Congresso Nacional, que vem desde o dia 16, termina hoje.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ministério oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil
SAÚDE PÚBLICA

Ministério oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil

Polícia prende homem por descumprimento de medida protetiva em Ponta Porã
REGIÃO

Polícia prende homem por descumprimento de medida protetiva em Ponta Porã

Congresso chama atenção para violência contra mulheres com deficiência
ILUMINAÇÃO ROXA

Congresso chama atenção para violência contra mulheres com deficiência

INTERNACIONAL

Especialista diz que infecções são leves em crianças sul-africanas

TRÊS LAGOAS

Acusado de tentativa de furto cai de telhado de 4 metros ao tentar fuga

TRAGÉDIA

Homem morre afogado em córrego em área rural de Campo Grande

INTERNACIONAL

Manifestantes marcham contra restrições da covid no noroeste da Europa

SEM DOCUMENTAÇÃO LEGAL

Cigarros eletrônicos avaliados em R$ 4 mil são apreendidos em Ponta Porã

JUSTIÇA

Julgamento de acusados no caso da Boate Kiss entra no quarto dia

IMUNIZAÇÃO

Ação no Capilé termina com cerca de 700 doses de vacinas aplicadas

Mais Lidas

DOURADOS

Presos em entreposto no Parque Alvorada usavam loja de celular como fachada para tráfico

CRIME

Operação contra o tráfico em Dourados levou 23 para delegacia e fechou "shopping" da droga

TRAGÉDIA

Trabalhador morre após queda de laje em Dourados

REGIÃO

Envio de 23t de maconha à São Paulo foi comemorado por 'patrão do tráfico' com prostituta de luxo