Menu
Busca sexta, 30 de julho de 2021
(67) 99257-3397

Condenado há 25 anos acusado de matar para roubar pinga

21 julho 2007 - 08h33

A Justiça de Amambai condenou a 25 anos de prisão em regime fechado no início desse mês, julho, o indígena Vacilio da Silva de 42 anos, acusado de matar um comerciante a golpes de facão para roubar pinga.

O crime brutal que chocou a população da região aconteceu no dia 25 de agosto de 2006 na estrada velha que interliga Coronel Sapucaia a Amambai, também conhecida como “Estrada das Pontes” e teve como vítima o ex-motorista Nelson Pereira da Silva de 48 anos.

Segundo informações de familiares na época do crime, Nelson, que trabalhou vários anos como motorista de ônibus escolar no município de Tacuru, teria apanhado todas as economias que dispunha e, na busca de paz e sossego, teria adquirido uma pequena área de terra na região da divisa entre os municípios de Coronel Sapucaia e Amambai e montou um pequeno boteco onde morava sozinho, enquanto a esposa três filhos, menores de idade, residiam na cidade em Amambai por conta dos estudos.

Segundo informações levantadas pela polícia durante as investigações no dia do crime, que ocorreu no dia 25 de agosto pela manhã, o acusado, Vacilio da Silva, em companhia de outros indígenas, alguns deles menores, teriam chegado no estabelecimento comercial da vítima e pedido pinga, porém como o comerciante se negou a fornecer a cachaça por se tratarem de indígenas, um dos marginais teria pedido um copo de água e quando a vítima se virou para pegar a água acabou sendo atingido por golpes de facão pelas costas.

Vítima tentou pedir socorro- Após praticar a agressão os marginais se apoderaram de alguns litros de aguardente que estavam na prateleira do boteco e fugiram a pé, enquanto a vítima agonizando, ainda teria tentado pedir socorro, mas acabou não resistindo e morreu na frente de seu estabelecimento comercial.

Na época do crime equipes da Polícia Civil passaram a trabalhar nas investigações até identificar os autores, todos indígenas da Aldeia Taquapery em Coronel Sapucaia. Vacílio da Silva que foi sentenciado a 25 anos de prisão pelo Juiz de Direito Dr. César de Souza Lima, titular da Vara de Execuções Penais de Amambai poderá recorrer da decisão.

Ele foi preso no dia 11 de novembro do ano passado (2006) na Aldeia Taquapery em Coronel Sapucaia e está preso no EPAM (Estabelecimento Penal de Amambai) onde deverá permanecer em regime fechado por pelo menos dez anos, caso a pena seja mantida.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TESTAGEM EM MASSA
Impacto da vacinação na fronteira apresenta 63% de queda de casos de Covid-19 em MS
Dourados fecha semestre com saldo de quase 2,6 mil novas vagas de empregos
CAGED
Dourados fecha semestre com saldo de quase 2,6 mil novas vagas de empregos
Prefeitura pagará R$ 1,3 milhão por leitos de UTI utilizados por pacientes com Covid
DOURADOS
Prefeitura pagará R$ 1,3 milhão por leitos de UTI utilizados por pacientes com Covid
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 38 milhões amanhã
'Free fire', café e coberta; jovens se viram como pode na fila do 'rolezinho da vacina'
DOURADOS
'Free fire', café e coberta; jovens se viram como pode na fila do 'rolezinho da vacina'
PANDEMIA
MS se aproxima de 2,3 milhões de doses de vacina aplicadas contra o coronavírus
TEMPERATURA MÍNIMA
Frio que castigou douradense nesta semana foi mais intenso desde 2013
DOURADOS
Licitação do tapa-buracos tem reviravolta com recurso de empresa
CALENDÁRIO
ACED abre inscrições para o Concurso de Fotografia na segunda
JOGOS DE TÓQUIO
Evandro e Bruno Schmidt vencem e seguem invictos

Mais Lidas

ACIDENTE DOMÉSTICO
Após discussão com entregador jovem acaba ferido
PEDRO JUAN
'Justiceiros' voltam a atacar na fronteira e matam adolescente
DOURADOS
Motorista que fugiu após atropelar motociclista no centro não possuía CNH
CLIMA
Dourados bate recorde de frio no ano com geada forte